Viña Maipo Gran Devoción

A Viña Maipo foi fundada em 1948 no vale que leva o seu nome, a 38 km de Santiago do Chile. É um vale de solo fértil, profundo e o excepcional clima mediterrâneo é um fator decisivo para o sucesso do cultivo das videiras. Além disso, é a área vitivinícola mais antiga e prestigiada do país. Nele a Cabernet Sauvignon adquire a sua máxima expressão. Em razão de seus vinhedos privilegiados, em 1968 a Viña Maipo passou a integrar o grupo da holding Concha y Toro, maior produtora de vinhos do Chile. No ano 2000, alcançou a expressiva marca de 30% de crescimento anual e posicionou-se em 2007 na 4ª vinícola em volume de exportações. Atualmente tem por foco o mercado internacional e procura suprir as preferências e demandas dos mais variados grupos de consumidores com vinhos de categorias distintas de qualidade e preço.

O Cabernet-Syrah será, oportunamente, objeto de outro “post”

 

Max Weinlaub, lidera a equipe enológica com assessoria do famoso enólogo francês Patrick de Léon, responsável por projetos de renome como Baron de Rothschild na França e Opus One na Califórnia. Dessa união surgiu a linha Gran Devoción ou “Autêntica Devoção” que tem como cepa principal a Syrah, que atinge a sua máxima expressão no vinho “top” da casa “Limited Edition”, um Syrah de taninos musculosos e sedosos na boca. Essa linha de vinhos foi lançada em novembro de 2008 e a Syrah foi escolhida para ser a estrela da vinícola. Nos demais vinhos, ela continua participando para exprimir seu máximo potencial com até 85% do total e o restante poderá ser de Cabernet Sauvignon, Carménère e Petite Syrah.

A Viña Maipo, filial da Concha y Toro, hoje é nada menos do que a quarta vinícola chilena em exportações. Está presente em mais de 60 países: Inglaterra, Suécia, Finlândia, Estados Unidos, Noruega, Japão, México e Brasil, onde é representada pela Ravin, tel. 011 5574 5789 ou www.ravin.com.br. O vinho da foto é o Viña Maipo Syrah 2009, que brevemente poderá ser comprado nos supermercados por menos de R$ 20,00. Uma ótima opção para quem quiser conhecer a “cepa do momento” no Chile

Viña Maipo Syrah 2009 – Valle Central – 12,5% – R$ 17,50 – Com o costumeiro acerto o britânico Hugh Johnson observa que “o Chile não precisa de um influxo de diferentes variedades de uvas, mas de um melhor entendimento daquelas que já tem”. Este Syrah é o “entry level” desta vinícola integrante do conglomerado Concha y Toro e impressiona por seu perfil que corrobora a assertiva anterior. Vamos à sua análise organoléptica: vermelho-rubi violáceo de média concentração. Aromas simples e francos com groselha, mentol e uma ponta de especiarias. Boca redonda e macia. Corpo médio e balanceado confirmando a fruta. Álcool integrado. Fim-de-prova limpo, suave e sem arestas. Boa tipicidade. Excelente relação qualidade-preço. Fácil de beber respeita o “caráter varietal da cepa”. Avaliação: 86/100 pts.

 Chile

Viña Maipo Gran Devoción Carménère/Syrah – Safra: 2008 – Valle Del Maule – 14,5% álcool – R$ 69,00 – No Chile, o Vale do Maule com seus extensos vinhedos é a “bola da vez”. Muitos investimentos e a melhor compreensão de seu terroir já estão a produzir resultados alvissareiros. Uma das principais características da linha “Gran Devoción” é que todos os vinhos tintos levam Syrah, seja como “protagonista” ou “coadjuvante”. Este, produzido com uvas dos vinhedos de “Villa Alegre y Lourdes”, amadurecido 14 meses em barricas de carvalho francês e americano, surpreendeu por sua maciez, presença de fruta e balanço. Aqui, a protagonista com 75% de participação é a Carménère e a coadjuvante é a Syrah, com 25% restantes. Análise organoléptica: Atraente cor púrpura intenso e viva com reflexos arroxeados. Boa complexidade aromática com leve toque de chocolate, licor de cacau e vegetal aportado pela Carménère. A Syrah contribui com frutas vermelhas. Na boca encanta pela maciez de seus taninos, presença de frutas vermelhas com madeira integrada e discreta sobra de álcool. Rugoso e ao mesmo tempo profundo, termina redondo e suave prometendo boa evolução na garrafa nos próximos anos. Fácil de beber que cresceu como acompanhamento de churrasco. Avaliação: 88-89/100 pts. +

Gran Devoción Syrah-Petite Syrah 2008: seus taninos bem trabalhados são uma verdadeira “usina de força”, um vinho que arredondará na garrafa nos próximos anos, mas que já dá prazer agora.

Viña Maipo Gran Devoción Syrah/Petite Syrah – Safra: 2008 – Valle Del Maule – 14,5% álcool – R$ 69,00 – Como dito acima, uma das principais características da linha “Gran Devoción” é que todos os vinhos tintos levam Syrah, seja como “protagonista” ou “coadjuvante”. Este, produzido com uvas dos vinhedos de “Villa Alegre y Lourdes”, amadurecido 14 meses em barricas de carvalho francês, surpreendeu por sua robustez, presença de fruta negra e personalidade. Aqui, a principal uva com 80% de participação é a Syrah e a coadjuvante é a Petite Syrah, com 20% restantes. Análise organoléptica: Quase retinto na cor (púrpura intransponível) com reflexos azulados. Boa complexidade aromática com toque de especiarias e leve groselha da Syrah e uma ponta de pimenta e alcatrão da Petite Syrah. Na boca surpreende pela força de seus taninos, presença de frutas negras com madeira integrada. Rugoso e ao mesmo tempo profundo, termina secante prometendo boa evolução na garrafa nos próximos anos. Ótima tipicidade, porque mesmo minoritária no corte a Petite Syrah mostra seu caráter dominante. Avaliação: 87/100 pts. +

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *