A surpreendente qualidade dos vinhos Casa Mayor

Na noite de 19 de julho tivemos a oportunidade de conduzir uma degustação de vinhos chilenos da Bodega Santo Domingo -  Vale de Colchágua. O local: o famoso “Empório do Bacalhau” que fica no Centro de São Bernardo do Campo, São Paulo, sito à Rua Padre Lustosa 374, telefones 11 4123 5651.  Estiveram presentes: Cláudio Chiarelli, da Orion Vinhos (www.orionvinhos.com.br), Agustín Muñoz e mais quinze pessoas.

Relação dos vinhos degustados: 

Casa Mayor Chardonnay 2009

Casa Mayor Gran Reserva Pinot Noir 2009

Casa Mayor Cabernet Sauvignon 2008

Casa Mayor Syrah 2007

Casa Mayor Gran Reserva Syrah 2006 

Casa Mayor Gran Reserva Syrah 2006, Casa Mayor Syrah 2007, Casa Mayor Cabernet Sauvignon 2008, Casa Mayor Gran Reserva Pinot Noir 2009 e Casa Mayor Chardonnay 2009: o preço máximo sugerido ao consumidor do Gran Reserva é R$ 39,90

Vale de Colchágua

No Chile, o Vale de Rapel está dividido entre os Vales de Colchágua e Cachapoal integrando o Vale Central. Ambos estão adquirindo importância vitivinícola de forma independente e possuem características geográficas e climáticas diferentes que originam vinhos de estilos próprios, por isso que existe lógica nessa divisão. Assim, a cada dia são menos etiquetas que mencionam de forma genérica Vale de Rapel. O Vale de Colchágua, está a menos de 200 km ao Sul de Santiago. Esse vale é um dos mais importantes do Chile porque seu terroir é reconhecidamente um dos melhores desse país que ocupa uma longa e estreita faixa costeira encravada entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico. Não custa nada lembrar que o Chile é um país que possui mais de 4.300 km de extensão, com uma infinidade de terroirs. Nesse contexto, Colchágua desempenha papel de destaque, já que nele pontificam castas como Syrah, Carménère e Cabernet Sauvignon. Na região costeira (Lolol, Paredones), as uvas brancas Sauvignon Blanc e Gewürztraminer também começam a se destacar.

 Casa Mayor Chardonnay 2009 – álcool: 13,5% – uvas: Chardonnay (85%) e Semillón (15%) – importador: Orion – tel. 011 3331 3808 – preço: R$ 19,90 – 10% do mosto amadurecido em barrica de carvalho francês durante 3 meses – cor palha com reflexo levemente dourado. Aromas florais com leve acento amanteigado sobre um fundo cítrico. A boca subscreveu as sensações olfativas com algum frescor, notas cítricas e um discreto toque mineral. Termina com algum amargor. Vinho que apresenta uma equação preço-qualidade favorável ao consumidor e boa tipicidade. Avaliação: 83,5/100 pts.  

Casa Mayor Gran Reserva Pinot Noir 2009 – álcool: 14% – preço: R$ 39,90 – exibiu bonita cor vermelho rubi com reflexo violáceo. Aberto nos aromas com frutas vermelhas frescas sinalizando alguma tipicidade da casta. Na boca confirmou os aromas com fruta em profusão, álcool e acidez integrados e taninos macios e sedosos. Madeira integrada. Termina sem arestas. Avaliação: 87,5/100 pts.+

Casa Mayor Cabernet Sauvignon 2008 – álcool: 13,5% – preço: R$ 19,90 - vermelho rubi intenso com alguma profundidade. Aromas típicos com frutas vermelhas e negras em compota (sem excesso), pimentão sobre notas herbáceas. Na boca a sua entrada revela um vinho equilibrado, taninos macios e a madeira, na casa de 15% do mosto durante quatro meses está integrada à fruta sem encobri-la. Um vinho de excelente tipicidade no Vale de Colchágua, onde figura como uma das castas mais plantadas. Detentor de alguma profundidade gustativa, termina limpo, sem arestas ou adstringência. Avaliação: 85/100 pts.  

Terroir do Vale de Colchágua

O solo de Colchágua normalmente é bem drenado, franco aluvial argiloso de fertilidade média/baixa. O clima se caracteriza pela precipitação média anual de 600 mm, concentradas nos meses de inverno. O verão é seco com dias quentes e noites frias. As temperaturas são influenciadas pelas brisas marinhas do Oceano Pacífico e os ventos da Cordilheira dos Andes. Por fim, cabe destacar que várias vinícolas importantes estão sediadas nesta região e a Bodega Santo Domingo, que pertence à Casa Silva,  é uma vinícola promissora. 

Mapa vinícola chileno. Fonte: blog vinhosemsegredo

Casa Mayor Syrah 2007 – álcool: 13,5% – preço: R$ 19,90 – vermelho rubi intenso. No nariz notas herbáceas sobre um fundo adocicado. Boca simples, franca, taninos de boa qualidade. Acidez média. Alguma sobra de álcool. Corpo médio para magro. Deixa uma nota adocicada no palato. Avaliação: 83/100 pts. 

 

 Casa Mayor Gran Reserva Syrah 2006 – álcool: 14% – preço: R$ 39,90 - retinto na cor com reflexo violáceo sem halo de evolução, este vinho é uma prova da ótima adaptação da Syrah ao terroir de Colchágua, berço dos grandes vinhos elaborados com essa cepa no Chile. Aromas discretos com geléia de frutas negras sobre especiarias e notas defumadas. Na boca a primeira impressão é a de um vinho potente, denso, o que se confirma com alguma facilidade. Apesar de já contar com cinco anos, a juventude de seus taninos é um fiel indicador de se tratar de um vinho longevo, com bastante madeira por se integrar à fruta que por ora quase não se percebe. Amplo, expansivo e de boa acidez, este corpulento Syrah promete boa evolução na garrafa nos próximos cinco anos. Termina persistente e redondo. Seu preço faz desse vinho uma verdadeira barganha. Avaliação: 87/100 pts.+

Post Anterior
Próximo Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>