Morreu Larry Hagman, o “Major Anthony Nelson” de Jeannie é um gênio

O ator Larry Hagman, que ficou famoso por viver o vilão J.R. Ewing na série televisiva “Dallas” , e  por ter feito o papel do Major Nelson em “Jeannie é um gênio”, série que fez sucesso no Brasil na década de 1970 (reprisada de tempos em tempos), morreu nesta sexta-feira (23), aos 81 anos, nos Estados Unidos, em decorrência de complicações surgidas em sua luta contra o câncer.

O ator morreu às 16h20 (local) em um hospital em Dallas, indicaram integrantes da família.

No momento da sua morte, que coincidiu com a celebração do Dia de Ação de Graças nos EUA, a família e os amigos mais próximos se encontravam junto a ele, segundo precisou um comunicado familiar. “Quando expirou, estava cercado por seus entes queridos. Partiu tranquilamente, como ele teria desejado”, diz a nota.

Larry Hagman, nascido em 21 de setembro de 1931, em Fort Worth (Texas), ficou mundialmente famoso por seu papel como John Ross Ewing, mais conhecido como J.R., na série “Dallas”, na qual vivia um homem de negócios sem escrúpulos, malicioso e manipulador.

O ator também integrou o elenco da série de TV “Jeannie é um gênio” (em inglês, “I dream of Jeannie), transmitida entre 1965 e 1970 nos EUA e que também fez sucesso no Brasil.

Hagman interpretou o astronauta Anthony Nelson, que tinha em casa uma moça chamada Jeannie, que era um gênio das histórias das “Mil e Uma Noites”.

O ator era casado desde 1954 com a decoradora sueca Maj Axelsson, com quem tinha dois filhos. Desde 13 de junho, apesar da idade, ele voltara a Dallas para dar vida a J.R. na nova série “Dallas 2.0”, produzida pela rede de televisão “TNT”.

Do portal O Globo, com informações das agências de notícias Efe, France Presse e Reuters

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

3 Responses to “Morreu Larry Hagman, o “Major Anthony Nelson” de Jeannie é um gênio”

  1. Tenho 40 anos atualmente e digo é uma pena que a geração de atores de hoje em dia tenha tão pouco talento e é uma pena essa perda tão grande! Assisti os dois seriados durante toda a minha vida tanto Jeannie é um gênio quanto Dallas otimas séries muito bem escritas e em especial Jeannie é um gênio série que já nasci aprendendo a amar através de minha querida mãe que há muito tempo já era fã! E eu que desde que me lembro sou gente sou fã n° 1 destes sériados lendários e mais uma vez é uma grande pena tanto a perda deste grande ator quanto a geração de hoje não poder se delíciar com séries como Jeannie é um gênio séries cheias de mágia, cheias de alegria e de uma inocência gostosa misturada a uma simplicidade que dava certo. É como dizia os antigos as coisas simples são melhores! Eram melhores!… Parece que somente elas conseguiam afastar a depressão e o tédio que andam infelizmente tanto na moda hoje em dia! É uma grande pena que a geração de hoje não consiga mais ter momentos alegres como os que eu e milhões de pessoas tiveram e viveram ao assistir sériados lendários como Jeannie é um gênio!!!!!!!!!!!

    • Ligia,

      O meu blog é temático (vinhos) mas de vez em quando dou uma escapadinha do tema e falo da situação política e econômica da Argentina, Chile, Uruguai, Portugal e Espanha (países que produzem bons vinhos). Desta vez resolvi ir ainda mais longe e tive um número tão alto de acessos que nem imaginava. Tenho um pouco mais de 40 anos e cresci assistindo Jeannie é um gênio. Fiquei triste porque o “Tony” me trazia boas recordações. Era um personagem divertido interpretado por um grande ator. Uma grande pena…endosso tudo o que você escreveu, principalmente a inocência e a simplicidade do seriado. Deve ter sido essa a receita do sucesso. Agora nos resta torcer para que este e outros bons feriados sejam reprisados por alguma emissora de TV a cabo.

      Muito oportuna sua manifestação e continue acompanhando o blog. Se quiser dar sugestões serão bem recebidas.

      atenciosamente

      Jeriel

  2. Concordo totalmente com o que foi comentado sobre o seriado Jeannie é um gênio, também sou fã, pois o mesmo fez parte da minha infância, tornando-a ainda mais mágica e feliz. Mas felizmente graças a tecnologia, podemos rever esse seriado quando quisermos, pois já existe a temporada completa em DVD. Pelo menos um pouco da graça e inocência daquela época podemos resgatar para os dias atuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *