Vinhos Rio Sol estão de volta a São Paulo

IMG-20130313-00453

Os produtos Rio Sol retornaram a São Paulo. São vinhos e espumantes que já estiveram por aqui, prêmiados e detentores de boa relação preço-qualidade. Estiveram presentes no relançameno da marca, no Empório São João (Rua dos Pinheiros 456, tel. 3063 0114 – Pinheiros, SP), João Santos, Diretor da Vinícola, Sônia Martins e Michele Menache, que também representam a marca. A degustação foi conduzida por João Santos  e  foi separada em 2 partes. Estiveram presentes imprensa e blogueiros. Depois  clientes, donos de restaurantes, agências, parceiros, supermercadistas. Destaco a presença de André Goldberg, da distribuidora New Juice. Puderam ser degustados os seguintes vinhos:

Espumante Rio Sol Brut Syrah Rosé “Grand Prestige” 

Espumante Rio Sol Demi-Sec  “Grand Prestige” Blanc de Noir (Syrah)

Rio Sol Viognier-Chenin Blanc 2012

Rio Sol Cabernet Sauvignon-Syrah 2011

Paralelo 8 Premium 2009 – variedades: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Aragonez, Cabernet Sauvignon e Syrah  

O Diretor da Rio Sol, o português João Santos

O Diretor da Rio Sol, o português João Santos

Degustação

Espumante Rio Sol Brut Rosé – álcool: 12% – uva: Syrah – região: Lagoa Grande/Pernambuco – Vale do São Francisco – preço estimado: R$ 23 – sedutora cor salmão claro “blush”. Aberto nos aromas florais sobre um fundo de frutas vermelhas. Na boca se destaca por sua leveza, maciez e frescor, num conjunto de perfil festivo, jovial e alegre. Sem amargor, deixa uma nota de fruta fresca no fim de boca. Fácil de comprar. Fácil de beber. Fácil de gostar. Avaliação: 87/100 pts.

O vinho Paralelo 8, blend de três uvas portuguesas e duas francesas também pôde ser degustado

O vinho Paralelo 8, blend de três uvas portuguesas e duas francesas também pôde ser degustado

Espumante Rio Sol Demi-Sec – álcool: 12% – uva: Syrah – região: Lagoa Grande/Pernambuco – Vale do São Francisco – preço estimado: R$ 23 – Palha claro quase translúcido. Aberto e direto nos aromas com sugestões frutadas (polpa branca), algum floral e depois de algum tempo discretas notas de mel. Na boca tem algum peso contrabalançado por seu frescor e por notas vegetais. A persistência é curta e o final sem amargor, um pouco adocicado no entanto. Avaliação: 85/100 pts.

IMG-20130313-00475

Rio Sol Chenin Blanc-Viognier 2012 – álcool: 12% – região: Lagoa Grande/Pe – preço estimado: R$ 28 – palha claro brilhante. Aberto e intenso nos aromas nitidamente florais, bem ao estilo da Viognier. Também exibiu notas de abacaxi e pêra, confirmadas no paladar. Na boca o perfil já é outro. Sua acidez é intensa, cortante e pede comida, principalmente pescados e frutos do mar. Estruturado (Chenin Blanc), no fim de boca deixa um leve amargor vegetal que deve desaparecer à mesa. Avaliação: 85/100 pts.

Didu Russo numa palestra sobre os vinhos Rio Sol

Didu Russo numa palestra sobre os vinhos Rio Sol

Rio Sol Cabernet Sauvignon-Shiraz 2011 – álcool: 13% – região: Lagoa Grande/Pe – preço estimado: R$ 28 – vermelho-rubi intenso com reflexo púrpura a denotar juventude.  Frutado no nariz com notas de groselha e ameixa. Na boca confirmou o perfil aromático ao exibir taninos macios, de boa textura, álcool e acidez em sintonia. Sem passagem por madeira, é um vinho honesto e bem feito que vale o preço.  Avaliação: 87/100 pts.IMG-20130313-00459

Paralelo 8 Premium 2009 – variedades: Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Aragonez, Cabernet Sauvignon e Syrah  – álcool: 13% – preço estimado: R$ 70 – vermelho rubi intenso, profundo com reflexo púrpura. Aberto nos aromas com notas tostadas que logo cedem espaço para figo e ameixa. Na boca a sua entrada revela um vinho tânico (boa qualidade), rugoso, com a madeira se destacando indicando que ainda não está pronto para ser bebido demandando, portanto,  mais algum tempo na garrafa para o seu completo afinamento. Um vinho que reflete com fidelidade o terroir local.  Final longo, intenso, persistente e bastante seco. Avaliação: 87/100 pts.+

 IMG-20130313-00475

Conclusão

A notícia do retorno dos vinhos Rio Sol a São Paulo é no mínimo alvissareira. Uma vinícola moderna que usa agricultura de precisão, irrigação totalmente controlada onde as uvas sofrem estresse moderado só pode resultar em vinhos de boa qualidade. Na degustação alguns vinhos se destacaram como por exemplo, o espumante “Grand Prestige” Rosé “Blanc de Noir”, o vinho Rio Sol Cabernet Sauvignon-Shiraz por sua concentração de fruta e o top Paralelo 8. Todos são caldos confiáveis que podem integrar a carta de qualquer restaurante. O mais alentador é que já estão de volta através de uma rede sólida de distribuição (a New Juice é um dos distribuidores) e brevemente retornarão ao supermercados, eis que excetuado o Paralelo 8, vinho top do produtor, os demais são vinhos na casa dos R$ 30, no máximo.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *