Avek 003

‘Cozinha de bistrot’ é uma receita que tem comprovado e garantido sucesso no programa paulistano, quando se fala em sair para tomar um bom vinho, acompanhado de petiscos ou comidinhas sofisticadas, porém confortáveis, informais – mas, nem por isso, que irão custar os olhos da cara. Endereços como o Le Jazz, ou ainda mais tradicionais, como  Le Vin Bistrot, estão ai de prova.

Partindo dessa premissa surgiu o Avek, em rua estratégica (Joaquim Antunes com Gabriel Monteiro da Silva) combinando uma concisa loja de vinhos, um convidativo e elegante wine bar e mais o restaurante, tudo reunido num amplo espaço, estrategicamente repensado e arquitetado com muito bom gosto para esses fins. A decoração é clean, de linhas modernas, tons repousantes, sobriedade nos sofás do lounge ao balcão do bar, detalhes que chamam a um relax ao sabor dos vinhos. Adiante fica o salão do restaurante, igualmente convidativo, iluminado e espaçoso. A loja e o bar a vin contam com o atendimento da profissionalíssima e jovem sommelière Luciene Carvalho, que pode dar indicações seguras entre os 230 rótulos em exposição no Avek.

A surpresa agradável continua quando, diante da carta de vinhos e das delícias à francesa anunciadas no menu, o cliente irá se deparar com preços bastante acessíveis para o padrão oferecido. A política da nova casa é oferecer comida e vinhos de primeira linha a preços muito enxutos, e no restaurante ou o wine bar  cobrar o mesmo que se pagaria  ao comprar o vinho diretamente ali na loja. Querem um exemplo? Casa Rivas Carménère, R$ 46,00; ou ainda o célebre produtor italiano, Antinori, com um rosé Sangiovese, por R$ 50,00.

Sommeliére e Alain

Sommeliére e Alain

Chef francês très originale 

Mas todas essas benesses talvez não surtissem efeito se no comando da cozinha não estivesse ele, o chef francês mais ‘original’ e sem frescuras, dentre a linhagem que veio habitar o Brasil nas últimas décadas. Alain Uzan é deliciosamente informal, sincero, e sabe atender a clientela como se estivesse recebendo amigos em casa. Para quem ainda não o conhece, Alain desembarcou em terra brasilis, com família e tudo, no finalzinho dos anos 90, vindo da Normandia, onde já era dono de restaurante; aqui chegando, colocou então  todas as economias na abertura de um restaurante no bairro dos Jardins, mas por total desconhecimento das sutilezas e terreno acidentado desse tipo de negócio no Brasil, acabou encerrando a fase empresário de restaurante sem grandes alegrias; trabalhou então por anos no Félix Bistrot, da Granja Viana, e também como consultor de outros restaurantes franceses, até que este ano, foi convidado a tocar o projeto Avek.

Avek 002

Então vamos conhecer a cozinha! Com um apaixonado e especialista em ostras, como o Uzan, não poderia ser diferente: o novo espaço gourmet conta com deliciosas e exclusivas opções no tema, das ostras ao natural (R$ 21 a meia dúzia), a especialidade,  Ostras à moda de Nantes, à Rockfeller, ou à Vietnamita (R$ 28), que levam molhos deliciosos e vão ao forno para gratinar. Outras entradinhas, ideais para o wine bar, são igualmente apetitosas, como Crocante de Lagostins ou Terrine de Foie gras com frutas secas.

Alain Uzan - um Chel simpático, acessível e sobretuo competente
Alain Uzan – um Chel simpático, acessível e sobretuo competente

 

Para o restaurante do espaço Avek, o chef Alain Uzan concebeu e prepara receitas com toques personalizados, como o Risoto de frutos do mar e vieiras, ou um Mini ravióli à moda genovesa, com exclusivo molho ao pesto, que leva vagens e batatas; ou ainda o Bacalhau, em postas cozidas no leite e depois grelhadas, que vem sobre batatas gratinadas; nas carnes vale conferir o Bourguignon de rabada com polenta (R$ 39), cuja carne é de gado Bonsmara, da África do Sul e, segundo Alain, “é a melhor carne do mundo”. Além de tudo isso, o Avek oferece almoço executivo a precinhos muito compensadores e com variedade de sugestões para o prato do dia, segundo a inspiração do chef.

Serviço: Avek / restaurante, bar a vin e loja de vinhos

– Rua Joaquim Antunes, 48; tel. 11-3061-1125

Jezebel Salem, jornalista por profissão que já atuou em áreas diversificadas, como cultura e economia, mas que logo se especializou no hoje chamado jornalismo gastronômico. Foi repórter e redatora em vários canais da imprensa, como os jornais O Estado de São Paulo, Gazeta Mercantil, Shopping News, Jornal da Tarde, entre outros, inscrevendo-se entre os pioneiros dessa especialidade que ao longo dos últimos 25 anos, tanto espaço e entusiastas conseguiria conquistar. Participou das primeiras edições da revista Gula (surgida no início dos anos 90) e assinou artigos em várias publicações do gênero.
Jezebel Salem, jornalista por profissão que já atuou em áreas diversificadas, como cultura e economia, mas que logo se especializou no hoje chamado jornalismo gastronômico. Foi repórter e redatora em vários canais da imprensa, como os jornais O Estado de São Paulo, Gazeta Mercantil, Shopping News, Jornal da Tarde, entre outros, inscrevendo-se entre os pioneiros dessa especialidade que ao longo dos últimos 25 anos, tanto espaço e entusiastas conseguiria conquistar. Participou das primeiras edições da revista Gula (surgida no início dos anos 90) e assinou artigos em várias publicações do gênero.
(Visited 172 times, 172 visits today)

One thought on “Ao Bel Prazer, por Jezebel Salem – “Avek” o mais moderno conceito francês para vinhos e comidinhas de bistrot”

  1. De verdade, um local agradabílissimo, cozinha nota 10 e grandes vinhos.
    Parabéns ! voltarei com certeza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *