CIMG0923

A seguir impressões sobre os vinhos da degustação promovida por Wines of Chile em São Paulo, no dia 14 de agosto de 2013, com a participação de Jorge Lucki (Crítico de vinhos), Cláudio Cilveti (Diretor da Wines of Chile), Álvaro Batista Camargo Júnior (ProChile)Oscar Páez Gamboa (Diretor Comercial do escritório do ProChile no Brasil), representantes de vinícolas chilenas, importadores, jornalistas, blogueiros, lojistas e demais profissionais do setor. O evento foi organizado por CH2A Assessoria de Imprensa.

Os três brancos degustados
Os três brancos degustados

A seguir a descrição e avaliação dos vinhos degustados no 3° Tasting Wines of Chile em São Paulo 2013:

Calcu Sauvignon Blanc 2013 – álcool: 12,5% – Região: Vale de Colchágua – Área: Andes – sem importador – elaborado com uvas de um dos vinhedos mais altos e próximas à Cordilheira dos Andes no Vale de Colchágua, com dois clones de Sauvignon Blanc. Na taça apresentou cor palha claro brilhante translúcida. Intenso nos aromas de grama cortada, flor de maracujá e toques minerais. Na boca a sua entrada revelou um vinho de acidez cortante, um pouca rústica mas aportando grande frescor. O final é persistente, áspero, sem amargor. Tem boa tipicidade, mas poderia ter maciez e elegância, a exemplo de outros bons Sauvignons chilenos. Avaliação: 87/100 pts.

CIMG0923

Casa Silva Cool Coast 2012 – álcool: 12,7% – Região: Vale de Colchagua – Área: Costa – importador: Vinhos do Mundo – preço: não divulgado – As uvas deste vinho são de Paredones, que fica na região costeira de Colchágua onde há poucos anos foram plantados vinte hectares de vinhedos de Sauvignon Blanc e Pinot Noir, num local onde jamais houve qualquer videira, numa distância de apenas 5,5 km do Pacífico. Apresentou cor palha brilhante. Boa intensidade de aromas, notas minerais e de frutas tropicais como lima e maracujá. Na boca revelou agradável maciez, algum peso, boa expansão e acidez razoável. De nítido acento mineral, termina com boa persistência e sem amargor. Avaliação: 89/100 pts.

CIMG0923

Casa Marin Sauvignon Blanc Cipreses Vineyard 2011 – álcool: 13% – importador: Zahil – preço: não divulgado – Elaborado com uvas de um vinhedo localizado na parte mais alta de um morro constantemente assolado pelo vento frio no Vale de San Antonio. Exibiu cor palha esverdeado brilhante. Aromas penetrantes, intensos e no melhor estilo da casta do Novo Mundo com fruta tropical em profusão (maracujá, lichia, lima, limão) com boa sustentação na taça. Boca no mesmo diapasão, com formidável concentração de sabor calcada no frescor e na acidez pungente, mineral e ao mesmo tempo delicada deste refinado Sauvignon Blanc. Expansivo, deixa uma notinha de mel no empolgante fim de boca. Avaliação: 90,5/100 pts.

CIMG0934

Signos de Origen Syrah 2010 – álcool: 13% – variedades: Syrah (95%) e Viognier (5%) – região: Vale de Casablanca – Área: Costa – preço: não divulgado – vermelho-rubi intenso. Aberto nos aromas com notas de café (moka), especiarias sobre nota defumadas. Na boca é um vinho potente, quente, de taninos presentes de boa qualidade, acidez razoável, boa concentração de sabor, boa persistência, final marcante com discreto amargor que não incomoda. Um bom Syrah de clima frio elaborado pelo hábil enólogo Alvaro Espinoza. Avaliação: 88/100 pts.

CIMG0923

Ventisquero Vértice 2007 – álcool: 14% – variedades: Carménère (51%) e Syrah (49%) – região: Vale de Colchágua – Área: Entre Cordilheiras – preço: não divulgado – elaborado com variedades cultivadas em Apalta, no coração do festejado Vale de Colchágua, apontado por muitos como um dos melhores terroirs para uvas tintas do Chile, na taça sua cor é vermelho-rubi na transição para o granada. Intenso e complexo nos aromas com notas de frutas negras em primeiro plano secundadas por notas de evolução (couro e sous-bois) com ampla sustentação na taça. Na boca confirmou os aromas elegantes. Taninos macios, sedosos, muito próximos do auge da evolução, madeira integrada, boa intensidade de fruta e acidez na medida certa promovente salivação e conferindo grande frescor ao conjunto. Final longo, persistente e agradável. Avaliação: 89,5/100 pts.

CIMG0935

Koyle Royale Carménère 2010 – álcool: 14,5% – variedades: Carménère (85%), Petit Verdot (6%), Malbec (5%) e Syrah (4%) – região: Vale de Colchágua – Área: Andes – importador: Grand Cru – preço: não divulgado – elaborado com uvas cultivadas sob métodos biodinâmicos na região de Los Lingues, sua cor é vermelho-rubi intenso com média profundidade. No olfato notas herbáceas, café torrado sobre um fundo vegetal. Na boca taninos presentes, madeira por sobre a fruta, algum amargor, baixa acidez e final persistente. Avaliação: 85/100 pts.

 CIMG0937

Viu Manent El Incidente Carménère 2008 – álcool: 14,5% – variedades: Carménère (87%), Malbec (11%) e Petit Verdot – Região: Vale de Colchágua – Área: Entre Cordilheiras – preço: não divulgado – Este imponente Carménère leva na sua composição uvas do vinhedo La Capilla (Carménère), San Carlos (Malbec) e El Olivar (Petit Verdot), exibiu coloração púrpura intenso profundo com reflexo levemente azulado sem denunciar o peso dos anos. Aberto e intenso nos aromas com uma destacada nota de licor de cassis para logo ceder espaço para ameixa, café torrado sobre uma sugestão de chocolate amargo. Na boca exibiu taninos refinados, tripé álcool, taninos e acidez em plena harmonia, a fruta se expressa sem a interferência da madeira. Enfim, um Carménère de alta gama, que demonstra o potencial da casta que também possibilita a elaboração de vinhos finos, elegantes e balanceados. Avaliação: 91/100 pts.+ 

CIMG0938

Santa Carolina Reserva de Família Cabernet Sauvignon 2009 – álcool: 14,5% – Região: Maipo – Área: Andes – preço: não divulgado – importador: Casa Flora – O Vale do Maipo se estende do Leste de Santiago até os Andes e para o Oeste em direção ao litoral, englobando três setores diferentes: Alto Maipo, Maipo Central e Maipo Costeiro. Este Reserva de Família vem do Maipo Alto, no sopé da Cordilheira dos Andes, onde os solos são aluviais profundamente arenosos e existe influência da brisa refrescante da montanha. Na taça cor vermelho-rubi intenso, brilhante com discreto halo púrpura em formação. Aberto nos aromas que evocam a tipicidade da casta no Chile com gostosas notas balsâmicas, ameixas sobre mentol. Na boca sua entrada revelou um vinho de taninos finos, discreta sobra de álcool, fruta e madeira integradas e final persistente, prometendo evolução na garrafa por muito tempo. Avaliação: 89/100 pts.+

CIMG0939

Intriga Cabernet Sauvignon 2010 – álcool: 14,5% – Região: Vale do Maipo – Área: Andes – importador: Bruck – preço: não divulgado – Elaborado com uvas de idade entre 10 e 50 anos, cultivadas em solos aluviais e argilosos, com argila na superfície e areia nas camadas inferiores. Vinho de cor vermelho-rubi intenso com reflexo violáceo. Aromas intensos com notas herbáceas, compota (goiabada) sobre sobre frutas negras. Na boca demonstrou mais complexidade do que o esperado. Taninos macios, bom frescor, madeira e fruta em integração e longa persistência. Avaliação: 89/100 pts.

CIMG0940

Cousiño-Macul Finis Terrae 2010 – Álcool: 14% – Variedades: Cabernet Sauvignon (60%), Merlot (30%) e Syrah (10%) – Região: Vale do Maipo – Área: Andes – preço: não divulgado – Importador: Santar – Elaborado pelo enólogo Pascal Marty (ex-Opus One e Almaviva), é o resultado da mescla de centenas de combinações que resultou no corte final deste vinho de cor vermelho-rubi intenso, profundo com reflexo púrpura. Aromas sofisticados com notas de licor de cassis, fumo, tabaco, frutas vermelhas e negras sobre mentol. Na boca subscreveu plenamente os aromas com taninos de textura fina conferindo-lhe invulgar elegância, que tem fruta de sobra e madeira de menos. Ou seja, aqui a máxima mais é menos tem plena aplicação. Muito longo, seu final é gostoso marcado pela fruta vermelha. Um dos melhores da degustação para este escriba. Avaliação: 90/100 pts.++

CIMG0941

Maquis Lien 2009 – Álcool: 13,5% – Variedades: Cabernet Franc (42%), Syrah (32%), Carménère (23%) e Petit Verdot (3%) – Região: Vale de Colchágua – Área: Entre Cordilheiras – preço: não divulgado – sem importador – A vinícola Maquis é sustentável e está a caminho de se tornar orgânica. Está localizada no coração do Vale de Colchágua, onde o Rio Tinguiririca se encontra com o Chimbarongo, proporcionando temperaturas mais frescas no verão por conta desses cursos d’água. Na taça um vinho quase impenetrável na cor que apresenta bonito reflexo púrpura e no paladar verificamos um dos  mais opulentos e concentrados caldos do painel. Nos aromas um perfil quase unidimensional com muito mentol. Na boca exibiu taninos macios,  fruta e madeira estão em integração, mas tudo indica que mais alguns anos na garrafa concorrerá para o pleno afinamento do conjunto, que no momento já agrada. Outro destaque é a sua acidez que promoveu intensa salivação no paladar, pedindo comida. Enfim, um grande exemplar de Colchágua, ainda sem importador para o Brasil. Avaliação: 89,5/100 pts.+

O vinho é bom, mas o rótulo é de gosto duvidoso...
O vinho é bom, mas o rótulo é de gosto duvidoso…

Conclusão – 3° Tasting Wines of Chile em São Paulo 2013

A degustação revelou grandes surpresas, mas infelizmente não houve a divulgação dos preços dos vinhos  após a realização do certame, o que é uma pena porque uma vez degustados e avaliados, os participantes teriam a oportunidade de aferir se os caldos são detentores da importante relação preço-qualidade para o consumidor. Como temos noção dos valores praticados no mercado brasileiro, sabemos que dois ou três vinhos ultrapassaram a casa dos R$ 200. Os demais estão abaixo desse valor, o que é um dado positivo, porque as pontuações foram expressivas, apenas um vinho obteve 85/100 pts. o que não o deprecia, eis que pode ser considerado “bom” nos termos do quadro de notas deste blog. Os brancos chilenos continuam avançando em qualidade. Os demais, sem exceção foram avaliados entre “muito bom” e “excelente”, ou seja, os chilenos mais uma vez confirmaram as expectativas e justificaram o motivo pelo qual são os vinhos estrangeiros mais vendidos no Brasil.

CIMG0997

(Visited 107 times, 107 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *