Melhor do que o esperado: Gracia de Chile Cabernet Sauvignon “Porqueno” 2004

A vinícola “Gracia de Chile” faz parte do conglomerado “Corpora Viñedos e Bodegas” ao qual pertence as Viñas Agustinos, Canata e Veranda. A característica principal da Gracia de Chile segundo Hugh Johnson (Guia de Vinhos de Bolso – edição 2008), é “possuir vinhedos desde Aconcágua até Bío Bío”. VC (ex-Córpora) é um grupo de vinícolas pertencente à família Ibañez e que reúne a Agustinos, a Gracia, a Porta e a Veranda, no Chile  e a Universo Austral na Argentina. Todas as vinícolas tem objetivos ambiciosos, mas os vinhos podem variar bastante entre elas. Inevitavelmente há uma diferença no fornecimento de uvas para cada vinícola; o melhor meio de encontrar qualidade é encontrar rótulos gerados pelos melhores vinhedos. As plantações em Bío Bío, em expansão, são um dos pontos-chave do grupo, e estão rendendo atraentes Pinots e Chardonnays, enquanto os vinhedos de Alto Cachapoal fornecem Syrahs densas e de paladar agradável.  Fonte – O Grande Livro dos Vinhos – Publifolha – edição 2012

CIMG1309

Degustação

Gracia de Chile Cabernet Sauvignon “Porqueno” Reserva Lo Mejor 2004 – Álcool: 14% – Região: Vale de Aconcágua/Colequen – preço: R$ 85 – importador: Grand Vin (inativa) – Vermelho-rubi com reflexo granada. Aberto e opulento nos aromas com notas características de um Cabernet Sauvignon que envelheceu lentamente na garrafa desde sua chegada ao mercado brasileiro, eis que se achava acondicionado em adega climatizada. Notas de tabaco, humus, pimenta do reino, chocolate sobre um fundo mentolado com ampla sustentação na taça. Na boca, taninos vivos, texturados e de perfil que confere nervo e elegância ao vinho. Acidez pulsante, algum resquício de fruta negra, corpo pleno num conjunto harmônico que se destaca por sua finesse e tipicidade. Longo, persistente, foi aberto num bom momento de sua evolução, mas certamente seu frescor lhe garantiria mais cinco anos na garrafa. Degustá-lo agora foi melhor do que o esperado. Pena estar indisponível no Brasil! Avaliação: 91/100 pts.+ 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *