Champagne Piper Heidsieck Brut NV entregou menos do que o esperado…

Piper-Heidsieck é uma casa de Champagne fundada por Florens-Louis Heidsieck em 16 de julho de 1785 em Reims. Através de sua história, Piper-Heidsieck é uma das mais representativas casas de champagne: na sua origem, encontramos a aliança de sucesso nas dinâmicas negociações no exterior dos representantes dessa tradicional casa, que tem importantes raízes na região de Reims. Este progresso foi selado pelo casamento, em 1785, de Florens-Louis Heidsieck,  nativo de Westphalia, com a filha de um comerciante de lã e de vinho de Reims. Florens morreu em 1828, quando a empresa foi assumida por seu sobrinho, Christian Heidsieck e também por seu primo Henri Guilaume Piper. A formação da casa Piper-Heidsieck ocorreu após Henri Piper se casar com a viúva de Christian Heidsieck, em 1838.  Na década de 1980, Piper-Heidsieck passou a fazer parte do grupo Rémy Cointreau e foi vendida em 2011 para EPI (Européenne de Participation Industrielle), uma empresa privada de exploração de itens de luxo francês. Desde 2002, Régis Camus, enólogo responsável da Piper, seleciona os melhores crus entre as uvas que são destinadas à produção de champagne, para criar um blend único, rico e delicado. Camus, foi consagrado pelo IWC-UK o melhor enólogo de champagne do mundo em 2010, quinto ano que recebe esta ilustre premiação (2004, 2007, 2008 e 2009). O enólogo busca na Chardonnay os aromas florais, cujas notas servem para combinar frescor e mineralidade, elegância e perfeição. Na Pinot Noir, buscou os aromas de frutas vermelhas, estrutura e longo final no paladar. Normalmente, a Brut  não-vintage é uma mistura dominada por Pinot (Pinot Noir com 65% e Pinot Meunier com 15%;  Chardonnay fica com 20%) que são necessárias para a estrutura do champagne. Este champagne é aromático, rico no paladar,  mesmo ainda jovem.

O Champagne Piper não confirmou as expectativas deste escriba...

O Champagne Piper não confirmou as expectativas deste escriba…não chega a ser ruim, mas o exemplar degustado não esteve a altura da fama da casa.

 

Degustação

Champagne Piper Heidsieck Brut Non-Vintage – safra: não tem – álcool: 12% – uvas: Pinot Noir (55%), Pinot Meunier (30%) e Chardonnay (15%) – preço médio: R$ 180 – importador: Brown-Forman Brasil – Palha intenso com reflexo na transição para o dourado. Perlage de pouca expressão, borbulhas pequenas sem formação de coroa de espuma. No nariz, o perfil é quase unidimensional, com frutas secas e leveduras com boa sustentação na flûte. Seu paladar é amplo, seco, austero, de médio frescor. Intenso e de média persistência,  termina  intenso deixando um discreto amargor. Avaliação: 87/100 pts.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *