2015-05-02 14.10.44

No dia 1° de maio de 2015, a Confraria Esvaziando a Adega reuniu-se mais uma vez no sempre recomendado restaurante Zeffiro (Frei Caneca 669, SP) para degustar vinhos tintos espanhóis de Rioja, da tradicional Bodega “Herederos de Marqués de Riscal”. Estiveram presentes além deste escriba, Lucas, José Luiz e Romeu. Ausente justificadamente: Clóvis Pavan. A seguir a relação dos vinhos degustados:

Aqui um excelente Rioja Reserva levado pelo Garaldi. Às cegas teve bom desempenho.

Marqués de Riscal Gran Reserva 1998 – 13% álcool – DOC Rioja (safra 2005 – R$ 311,90) –

Marqués de Riscal Reserva 2004 – 14% álcool – DOC Rioja (safra 2009 – R$ 193,90) –

Marqués de Riscal Reserva 2003 – 14% álcool – DOC Rioja (safra 2009 – R$ 193,90) –

Marqués de Riscal Reserva 2000 – 13% álcool – DOC Rioja (safra 2009 – R$ 193,90) –

Aqui um excelente Rioja Reserva levado pelo José Luiz. Às cegas teve bom desempenho, 24 meses de madurecimento em barrica de carvalho francês. Vinho orgânico..
Aqui um excelente Rioja Reserva levado pelo José Luiz. Às cegas teve bom desempenho, 24 meses de madurecimento em barrica de carvalho francês. Vinho orgânico.

A Espanha possui uma forte tradição histórica na produção de vinhos e atualmente é o país com maior área plantada com vinhedos no mundo. Seu modelo de classificação segue o modelo adotado pela União Européia, com quatro classificações principais: DOC (Denominación de Origen Calificada), DO (Denominación de Origen), Vino de la Tierra e Vino de Mesa. Para os DOC e para os DO, os termos Crianza, Reserva e Gran Reserva são muito importantes porque contam com proteção legal. Esses termos referem-se a vinhos de qualidade superior, que estagiaram em madeira e que foram submetidos a amadurecimento nas caves antes de irem para o mercado. Esse tempo varia de seis meses a cinco anos. As principais uvas cultivadas são a Tempranillo, Garnacha, Cariñena e Graciano. Nesse contexto, Bodega Herederos de Marqués de Riscal é um dos mais importantes produtores do setor vitivinícola espanhol. Em 1858 tornou-se a primeira bodega da tradicional região espanhola de Rioja Alta, onde se elaborava vinhos segundo métodos bordaleses. Tornou-se a primeira bodega impulsora da Denominação de Origem Rueda, onde hoje se elaboram os famosos vinhos brancos de Marqués de Riscal, com destaque para o untuoso Sauvignon Blanc. Seus produtos são comercializados em mais de 70 países já conquistaram prêmios e referências na imprensa especializada. Para o crítico inglês Hugh Johnson a Marqués de Riscal é “a mais famosa bodega de Rioja Alta; atualmente com hotel e restaurante novos, fantásticos, de projeto arquitetônico de Frank Gehry. Tintos bons e leves, com um certo estilo e um esplêndido Barón de Chirel Reserva, feito com 50% de Cabernet Sauvignon. Pioneira em Rueda com um fragrante Sauvignon Blanc e um Limousin um pouco mais saboroso, fermentado em barril”.

2015-05-02 14.10.52

Finalmente o pódio, em ordem decrescente:

4° – Marqués de Riscal Reserva 2000 – 13% álcool – DOC Rioja – cor viva, aromas decadentes e boca inexpressiva, a indicar que seu auge já passou. Ficou em último lugar bem distante do terceiro lugar.

3° – Marqués de Riscal Reserva 2003 – 14% álcool – DOC Rioja – cor brilhante se denunciar o peso de doze anos. Aromas de frutas passadas dando sinais de cansaço. Muito tostado repetido na boca. Não guardar. Beber já!

2° – Marqués de Riscal Reserva 2004 – 14% álcool – DOC Rioja – uma boa safra na Rioja confirmada pela estrutura e pela fruta deste Rioja Clássico com suas notas tostadas por sobre a fruta. Corpo bom, acidez razoável e fim-de-boca macio.

1° – Marqués de Riscal Gran Reserva 1998 – 13% álcool – DOC Rioja – este vinho já agradou os degustadores ao exibir uma linda cor rubi violácea, aromas complexos com tons alicorados sobre tostado da barrica, café e tabaco. Na boca taninos aveludados, excelente acidez e muito frescor, prenunciando no mínimo mais cinco anos de garrafa. Abriu uma boa distância relativamente ao segundo lugar.

(Visited 402 times, 402 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *