2015-04-28 21.27.16

Confraria Vinho & Boa Cia. se reuniu na noite de 28.04.2015 para degustar tintos elaborados com a mesma variedade cultivadas em terroirs diferentes. A cepa escolhida foi a Merlot. Estiveram presentes os confrades: Ricardo, Flávio, Paulo Guerra, Bibe, Flávio, Cecília, Mônica, Rosely, Núbia, Paulo Morais e Márcia. Ausentes Roberto e Paula, que se retiraram definitivamente da Confraria. A coordenação do mês coube a este escriba, que elegeu o tema e o restaurante, o Avek da Rua Joaquim Antunes 48 – Jardim Paulistano – tel. 11 2507 5932 – São Paulo. 

2015-04-28 21.54.25

6° lugar – Ca’Marcanda Promis 2011 – preço: R$ 259 (Mistral) – Variedades: Merlot (55%), Syrah (35%) e Sangiovese (10%) – Rosely

Acredite se quiser. Promis 2011 ÚLTIMO LUGAR na degustação. Aqui a merlot participa com 55% do corte.
Acredite se quiser. Promis 2011 ÚLTIMO LUGAR na degustação. Aqui a merlot participa com 55% do corte.

5° lugar – Poggio Bestiale Rosso della Maremma Toscana IGT 2007 – Variedades: Merlot (40%), Cabernet Sauvignon (30%), Cabernet Franc (25%) e Petit Verdot (5%) – álcool: 13,5% – importador: Cellar – preço: R$ 170 – Paulo Guerra

 

Poggio Bestiale 2007 - com 40% de Merlot ficou em penúltimo lugar.
Poggio Bestiale 2007 – com 40% de Merlot ficou em penúltimo lugar.

4° lugar – Má Partilha Merlot 2009 – Vinho Regional Península de Setúbal – Álcool: 14,5% – preço: R$ 192 (2010) – Portus Importadora – Paulo Morais

Má Partilha Merlot 2009 - Península de Setúbal - Portugal
Má Partilha Merlot 2009 – Península de Setúbal – Portugal

 3° lugar – Osiris Merlot Reserva 2006 – Canelones/Uruguai – preço médio: R$ 220 – sem importador para o Brasil – Jeriel

 

Osiris Merlot 2006 - uma das agradáveis surpresas da degustação vem do URUGUAI
Osiris Merlot 2006 – uma das agradáveis surpresas da degustação vem do URUGUAI

2° lugar – Château Croix Figeac Saint-Émilion Grand Cru 2006 – Variedades: Cabernet Sauvignon e Merlot – Álcool: 14% – Ricardo Mello

2015-04-28 22.12.27

 

Bordeaux de importação própria do Supermercado St.Marché ficou na segunda colocação
Bordeaux de importação própria do Supermercado St. Marché ficou na segunda colocação

1° lugar – Chateau La Fleur de Gay AOC Pomerol 2010 – Álcool: 14,5% – Variedade: Merlot – WS 93 e WA 93 – Flávio Siqueira

 

Um Pomerol arrebatou a primeira colocação: La Fleur de Gay 2010
Um Pomerol arrebatou a primeira colocação: La Fleur de Gay 2010 – US$ 188 em NY

Comentários –

A degustação ocorreu às cegas e as seis garrafas levadas pelos confrades estavam em perfeito estado de conservação. Nas últimas duas colocações dois vinhos que podem ser considerados Supertoscanos”: Promis IGT 2011 com mais da metade de Merlot e assinatura de Angelo Gaja e Poggio Bestiale IGT 2007 com cerca de 40%. Não se pode dizer que ambos decepcionaram, mas me parece essa a verdadeira “sina” dos tintos italianos. São vinhos que às cegas não têm o mesmo desempenho que exibem à mesa. Na quarta colocação apareceu um Merlot de Portugal, o Má Partilha 2009. Só tropeçou no álcool e nos taninos com alguma rusticidade. Na terceira colocação o Merlot levado por este escriba fez bonito, prova de que a variedade tem muita importância no Uruguai, onde essa variedade tem fundamental importância nos cortes com a Tannat, já que a suaviza. E, a Antigua Bodega Stagnari provou exibir um manejo invejável, já que seu Osiris Merlot 2006 exibiu muito frescor e fruta, como se espera de um tinto do Novo Mundo. O confrade Ricardo caprichou e levou um vinho de importação própria da rede de ssupermercados St. Marché: Château Croix Figeac Saint-Émilion Grand Cru 2006. E, na primeira colocação o Chateau La Fleur de Gay AOC Pomerol 2010, WS 93 e WA 93 – vinho que se impôs naturalmente na degustação às cegas, eis que  exibiu os melhores aromas do painel. Notas terrosas, sous-bois, tabaco e especiarias em profusão. Na boca toda sedosidade da Merlot num tinto encorpado e pleno de sofisticação, que faz entender o motivo pelo qual essa variedades produz um dos vinhos mais caros do mundo: Château Petrus. Parabéns ao Confrade Flávio, que desembolsou mais de US$ 116 (NY) neste vinho espetacular, que ficou na primeira colocação para mais da metade dos confrades.

(Visited 339 times, 339 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *