Esvaziando a Adega – Vertical de Quinta do Vallado DOC Douro 2004, 2005 e 2007

A última degustação “Esvaziando a Adega” ocorreu no dia 2 de maio de 2015. Estiveram presentes os confrades José Luiz, Clóvis e Lucas. Ausente justificadamente: Romeu, por motivo de viagem. A degustação teve por tema uma vertical do produtor Duriense Quinta do Vallado. O local escolhido foi o de sempre: o Restaurante Zeffiro, sito à Rua Frei Caneca 669 – Bela Vista, São Paulo, comandado pela experiente Vera Damaso e seu marido Eder Peres. O serviço do vinho ficou a cargo do experiente Maître Chagas.

O exemplar da safra 2005 estava em boas condições...

O exemplar da safra 2005 estava em boas condições…

A Quinta do Vallado está localizada em Vilarinho de Freires, no centro do Douro, perto de Peso da Régua, cidade mais importante da região do Alto Douro e está implantada nas duas margens do rio Corgo, perto do ponto em que se une ao rio Douro. Com 38 ha de vinha com idades entre os 6 e os 10 anos, compensada por 26 ha das melhores parcelas da vinha com mais de 60 anos, gerida pela dupla Francisco Ferreira (gestão agrícola e administrativa) e João Álvares Ribeiro (área comercial), conta ainda com a ajuda do enólogo Francisco Olazabal. São todos familiares e descendentes da lendária Dona Antônia Adelaide Ferreira, que viveu no século XIX e historicamente ficou conhecida como a “Dona Ferreirinha”, empresária que dedicou a sua vida à cultura da vinha e à produção de vinho, no Douro. Por fim, cabe salientar que esses vinhos figuram nas listas das principais revistas de vinhos europeias e da Wine Advocate (Robert Parker) e Wine Spectator em razão de suas altas pontuações. Foram degustados os seguintes vinhos:

Quinta do Vallado branco DOC Douro 2008 – vinho estagiado durante 3 meses em cubas de aço inoxidável.

Na linha Quinta do Vallado DOC Douro tinto, cerca de 70% do vinho estagiou durante 16 meses em cubas de aço inoxidável e o restante em barricas de 225 lt de carvalho Francês de 3º e 4º ano.

Quinta do Vallado DOC Douro 2004 –

Quinta do Vallado DOC Douro 2005 –

Quinta do Vallado DOC Douro 2007 –

O branco foi o grande destaque da degustação!

O branco foi o grande destaque da degustação!

Vallado Branco Douro DOC 2008 – álcool: 12,5% – Variedades: Gouveio, Rabigato, Arinto e Viosinho – Importador: Cantu – Elaborado com vinhas de 60-70 anos e outras vinhas mais novas, exibiu cor palha esverdeado brilhante. Nariz floral, notas de fruta de polpa branca sobre um discreto fundo cítrico. Boca macia, fresca, delicada, viva e frutada. Um branco sem passagem por madeira para valorizar a fruta. Este vinho é prova inconteste de que os brancos da “terrinha” também enveredaram pela senda da qualidade. De bom cumprimento, termina redondo, deixando uma sensação de boca limpa. Avaliação: 89/100 pts.

 

O Quinta do Vallado 2004 deu sinais de cansaço..

O Quinta do Vallado 2004 deu sinais de cansaço..

Vallado DOC Douro 2007 – Variedades: Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Roriz – Álcool: 13% – Importador: Cantu – profundo na cor com reflexo acastanhado em formação nas bordas. Nariz complexo com notas florais (violetas) sobre um fundo tostado aportado pela barrica. Na boca a sua entrada revelou um vinho cujos taninos foram amaciados pelo tempo, com boa fruta e um leve toque de madeira. Taninos finos, toques lácteos, corpo e acidez harmonizados num final seco, sem arestas. Um bom tinto, que se destaca na relação preço-qualidade e também nas avaliações dos críticos internacionais por sua notável consistência. Avaliação: 88-89/100 pts. +

O exemplar da safra 2005 estava em boas condições...

O exemplar da safra 2005 estava em boas condições…

 

Vallado DOC Douro 2005 – Variedades: Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Roriz – Álcool: 13% – profundo na cor com reflexo granada nas bordas. Nariz complexo com notas de evolução (couro), leve terroso sobre notas tostadas. Na boca a sua entrada revelou um vinho macio, com taninos finos, álcool integrado e boa acidez. Seu auge deve ter sido há no máximo dois anos atrás, mas no momento o vinho está bem palatável, dando poucas pistas de sua evolução. Termina persistente, sem adstringência. Avaliação: 87/100 pts. +

.....mas o 2007 exibiu bom frescor e taninos equilibrados, por isso foi eleito o melhor.

…..mas o 2007, autografado por João Ferreira,  exibiu bom frescor e taninos equilibrados, por isso foi eleito o melhor.

Vallado DOC Douro 2004 – Variedades: Touriga Franca, Touriga Nacional e Tinta Roriz – Álcool: 13% Importador: Expand – Preço: R$ 69,50 – bastante evoluído na cor com particulas em suspensão. Nariz decadente com notas empireumáticas e herbáceas dominando o conjunto. Na boca um vinho de taninos duros, álcool um pouco saliente e acidez mediana. Revelou alguma mineralidade, mas seu amargor no fim-de-boca incomodou. Dos três vinhos degustados foi “o ponto fora da curva”.  Avaliação: 85/100 pts. +

Avaliação do Saul Galvão que motivou a compra do exemplar da safra 2004....

Avaliação do extinto jornalista Saul Galvão que motivou a compra do exemplar da safra 2004….mas o vinho chegou decadente aos 11 anos…que pena! E o motivo não foi conservação  porque desde 2008 estava na adega climatizada.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *