Real de Aragón Cava Brut by ClubeW Espumantes

Calatayud

Considerada a região tradicional do Cava, a Catalunha detém aproximadamente 90% da produção na Espanha. A D.O. Catalunha foi criada por ordem do Departamento de Agricultura, Pecuária e Pesca da Catalunha em 22 de junho de 1999. São admitidas para a elaboração de vinhos reconhecidos por esta D.O. todas as variedades de uvas autorizadas pelos diversos Conselhos Reguladores da Catalunha – cerca de 30, sendo 16 brancas e 14 tintas. Esta D.O. inclui vinhos brancos de 10° de teor alcoólico mínimo, rosados de 10,5°, tintos de 11,5°, frisantes de 10,5° e licoroso de 15°. Os melhores deles podem ser envelhecidos. Mas é em Calatayud, sub-região de Aragón, que o pontuado Real de Aragón Cava Brut é elaborado. A Denominação de Origem Protegida Calatayud foi constituída no ano de 1989 com o fim de proteger e promover os vinhos produzidos nesta zona. A D.O.P. Calatayud se encontra dentro da Comarca “Comunidad de Calatayud” pertencente à província de Zaragoza e confrontante das Províncias de Soria, Guadalajara e Teruel.

Mais uma escolha acertada do Clube W Espumantes que tem dois profissionais experientes responsáveis pelas escolhas: Vicente e Manu Brandão

Mais uma escolha acertada do Clube W Espumantes que tem dois profissionais experientes responsáveis pelas escolhas: Vicente e Manu Brandão

Sobre as Bodegas Langa

A longa jornada da família Langa começou no século XIX, quando Mariano Langa Gallego iniciou, em 1867, uma pequena adega na aldeia de Morata de Jiloca. Juan Langa Mariscal, que retornou da guerra da independência cubana em 1898, deu continuidade ao trabalho na adega. Após alguns anos, os filhos de Juan, que assumiram o negócio confiando no potencial vitivinícola da região, deixaram a aldeia para abrir uma nova adega em Calatayud, inaugurando a primeira fábrica de vinagres em Aragón. Em 1975, a nova geração da família assumiu de vez a sua paixão pela vitivinicultura e, em 1982, inaugurou, nas encostas naturais do Monte Vicor, uma vinícola com as tecnologias mais avançadas da época. Hoje, comandada por Juan e Cesar Langa Gonzalez, quinta geração da família, a Bodegas Langa, que conta com uma localização privilegiada, é uma das mais avançadas vinícolas da região e líder na produção do Cava em Aragón. Inovadora, realiza experiências com diversas variedades de uvas e novos blends. Fonte: www.wine.com.br

Sommelier Wine Com 90 pontos Robert Parker, o Real de Aragón Cava Brut possui estilo clássico, com paladar cremoso, fresco e gastronômico, características que se completam com as notas de brioche. Essas notas provêm da segunda fermentação em garrafa, processo do método tradicional, também conhecido como Champenoise em Champagne, na França. Devido as denominações de cada região, o mesmo método pode ter nomes distintos e algumas variações, como as uvas utilizadas.

Informa o Sommelier Wine que: “com 90 pontos Robert Parker, o Real de Aragón Cava Brut possui estilo clássico, com paladar cremoso, fresco e gastronômico, características que se completam com as notas de brioche. Essas notas provêm da segunda fermentação em garrafa, processo do método tradicional, também conhecido como Champenoise em Champagne, na França. Devido as denominações de cada região, o mesmo método pode ter nomes distintos e algumas variações, como as uvas utilizadas”.

Degustação

Real de Aragón Cava Brut – Álcool: 11,5% – Variedades: Chardonnay e Macabeo – Preço: R$ 58 (www.wine.com.br) – amarelo palha brilhante, perlage intenso com as bolhinhas emergindo do centro da taça em grande quantidade. Os aromas são complexos mas pouco comuns para essa modalidade de espumante com toques florais secundados por gostosas notas de favo de mel, pé de moleque, frutas de caroço sobre um suave acento fumé com boa sustentação. No paladar, encanta pela cremosidade de sua mousse, boa fruta, mineralidade e doçura na medida certa (é um brut, porém, sem austeridade). Aliás, seu dulçor encontra sustentação na acidez que assegura o frescor. O final não é muito persistente, mas agradável porque convida para o próximo gole! Afirma o Clube Wine que “Trata-se de um Clássico, cremoso e gastronômico, este exemplar expressa a qualidade e o potencial das pequenas regiões vitivinícolas, capazes de nos surpreender a cada taça”. De fato, este Cava é detentor de relação preço-qualidade e também demonstrou vocação gastronômica. Avaliação: 88-89/100 pts.

Wine.com.br

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *