Agradável surpresa: Beaujolais-Villages Nouveau de Joseph Drouhin 2015

2015-12-15 20.49.28
    • Para Hugh Johnson em seu “Guia de Vinhos”, “Joseph Drouhin é um produtor merecidamente prestigioso”. Já seu importador (Mistral) assinala que: “nas palavras de Frédéric Drouhin, 2015 sem sombra de dúvida será lembrada como uma das melhores safras desde sempre em Beaujolais. Antes da colheita, o tempo seco e ensolarado permitiu um perfeito amadurecimento das uvas Gamay, com rendimentos muito pequenos por hectare. Os cachos estavam menores que o habitual, com cascas espessas, também como resultado das escassas chuvas neste ano. Drouhin escolheu principalmente uvas de áreas de maior altitude para manter o delicioso frescor dos vinhos, que estão repletos de fruta madura, com muita maciez, charme e elegância. O Villages, elaborado com uma seleção mais rigorosa de uvas, mostra maior concentração e um delicioso aroma de amoras e frutas negras. E, é claro, além do sabor e frescor do Beaujolais, o grande charme está na festa ? tradição que começou no início do século passado nos bistrots, restaurantes e brasseries de Lyon, e que hoje acontece simultaneamente no mundo inteiro. Chame seus amigos para brindar e festejar a chegada do Beaujolais Nouveau 2015 de Joseph Drouhin!”

Comparamos o Beaujolais 2014 com o 2015....

Comparamos o Beaujolais 2014 com o 2015….mas o 2014 não deu nem para o começo….o líquido contido na garrafinha de 375 ml estava intragável…

Degustação –

Beaujolais-Villages Nouveau Joseph Drouhin 2015 – Álcool: 12,5% – Variedade: Gamay – Região: Beaujolais – Preços: US$ 145 e US$ 74,50 (375 ml) – Vinificado pelo método da maceração carbônica, é um tinto que não passa por madeira para preservar o caráter frutado. Análise organoléptica:  vermelho-rubi violáceo de média intensidade com reflexo púrpura. Aromas intensos com notas florais secundadas por frutas vermelhas (cereja principalmente) sobre leve banana. Na boca sua entrada revelou um vinho de corpo médio, taninos quase imperceptíveis, acidez acima da média para um “Noveau”, muita fruta e um agradável frescor que aliado a sua boa concentração resulta num vinho prazeroso e de qualidade surpreendente para a sua categoria.  Se antes dessa safra a frase “válido por prazo indeterminado desde que conservado deitado em local fresco e escuro” soava quase como uma piada (é um mandamento legal), por se tratar de um vinho “short-lived” hoje não se constitui em nenhum absurdo. Resta saber se nas próximas safras essa qualidade estará mantida? Avaliação: 87/100 pts.

Le Beaujolais Nouveau est arrivé!

Le Beaujolais Nouveau est arrivé! Um vinho leve, descomplicado que deve ser bebido aos borbotões e bem refrescado. O 2014 haviamos provado na época de seu lançamento na casa de um amigo. E a nossa garrafa acabou ficando na adega….e com o lançamento do 2015 aproveitamos para prová-lo.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *