Seleção de Espumantes da Associação Proteste – Dezembro 2016

Os espumantes do Uruguai formam um capítulo à parte - todos os provados foram elaborados pelo método Champenoise, esbanjam elegância e fruta.

A Revista da Associação Proteste  (n° 164 – dez/2016), maior entidade de defesa ao consumidor da América Latina, reconhecida por sua imparcialidade e independência, avaliou quarenta e oito amostras de espumantes de diferentes países.

Segundo a Associação Proteste, dá para manter a tradição de estourar um espumante nas festas de final de ano, sem comprometer o bolso, como comprovou a PROTESTE Associação de Consumidores. Com menos de R$ 20 é possível comprar um bom produto.

O levantamento concluiu que se optar por uma das escolhas certas, o Saint Germain de 660 ml, cujo preço mínimo é de R$ 14,55, em vez do espumante mais caro entre os melhores do teste, o Dal Pizzol, com 750 ml, que custa, no mínimo, R$ 65, dá para poupar R$ 50,45. Diante disso, com o valor que se pagaria por uma garrafa de Dal Pizzol, daria para comprar quatro do Saint Germain. E ainda receber R$ 6,80 de troco.

Outra opção é o Salton Brut, de 750 ml (seu preço mínimo é R$ 19,90), e permite gastar R$ 45,10 a menos. Dessa maneira, em vez de apenas uma garrafa do Dal Pizzol para as festas, pode se levar três do Salton Brut e ter troco de R$ 5,30.

Para seleção dos melhores espumantes e também dos que têm qualidade e bom preço a PROTESTE testou 48 produtos, entre os mais vendidos no Brasil. Veja todos os avaliados em proteste.org.br/vinhos.

2016

Dicas para a compra –

O ideal é não deixar o espumante estocado por muito tempo. Compre só o número de garrafas que pretende consumir. Isso porque, se armazenado por muito tempo, o espumante pode ter sua qualidade comprometida.

Prefira adquirir as bebidas em estabelecimentos que tenham climatização adequada. A bebida deve estar armazenada em local onde esteja protegida da luz.

Observe o estado da garrafa. O nível de líquido não deve estar abaixo do normal. Leia o rótulo para ter certeza da bebida que está levando para casa. Caso contrário, você pode estar atrás de um espumante Brut e, por descuido, acabar adquirindo um doce.

Saiba ainda que palavras como Reserva ou Super Reserva, quando estampadas no rótulo, nem sempre são garantia de qualidade.

É importante que o local seja bem ventilado e seco. A umidade tende a provocar bolores capazes de danificar rótulos e rolhas. Sirva o espumante entre 6 C° e 8 C°. Para isso, coloque a garrafa em um recipiente com água e gelo por um período entre 15 e 20 minutos. Outra opção é deixar a bebida na geladeira de três a quatro horas. Evite colocar a garrafa no congelador, uma vez que você pode se esquecer de retirá-la dali e, nesse caso, há a chance de ela arrebentar.

Na hora de servir, incline a garrafa ligeiramente e retire a argola da armação, em arame, que segura a rolha. Retire a película que envolve a rolha juntamente com a armação em arame. Pegue a garrafa com uma mão. Com a outra, segure a rolha e rode a garrafa: jamais rode a rolha, pois ela pode se partir.

espumantes

Avaliação da PROTESTE compara marcas mais vendidas e aponta a melhor relação preço-qualidade:

Relação resumida de espumantes –

1° lugar – Cave Amadeu Brut  – Brasil – preço: entre R$ 43,90 e 58,99 – Avaliação: 87/100 pts. “O melhor do teste”

2° lugar – Chandon Riche Demi-Sec – Brasil – preço: entre R$ 37,90 e 99,90 – Avaliação: 87/100 pts. “O melhor do teste”

3° lugar – Hórus Brut – Brasil – preço: R$ 34,11 a 46,00  – Avaliação: 86/100 pts. – “O melhor do teste” e “A escolha certa”.

4° lugar – Dal Pizzol Brut – Brasil – preço: entre R$ 65,00 e 69,00 – Avaliação: 87/100 pts. –  “O melhor do teste”

5° lugar – Prosecco Casa Perini  Brut – Brasil – preço: R$ 46,65 – Avaliação: 84/100 pts.

6° lugar – Cave Geisse Espumante Natural Brut – Brasil – preço: R$ 104,90  – Avaliação: 83/100 pts. 

7° lugar – Adolfo Lona Espumante Natural Brut – Brasil – preço: R$ 55,29 – Avaliação: 82/100 pts. 

8° lugar – Laurentia Espumante Natural Brut – Brasil – preço: 42,05 – Avaliação: 82/100 pts. 

9° lugar – Casillero del Diablo Brut – Chile – preço: entre R$ 64,90 – Avaliação: 81/100 pts.  

10° lugar – Occhio Nero Brut – Itália – preço: entre R$ 53,99 – Avaliação: 81/100 pts. 

12º lugar – Salton Brut – Brasil – preço: R$ 19,90 – Avaliação: 80/100 pts. “A escolha certa”.

14º lugar – Saint Germain Brut – preço: R$ 16,00 – Avaliação: 76/100 pts. “A escolha certa”.

16º lugar – Club dos Sommeliers Brut – preço: R$ 37,10 – Avaliação: 76/100 pts. “A escolha certa”.

17º lugar – Gran Legado Brut – preço: R$ 31,79 – Avaliação: 75/100 pts. “A escolha certa”.

19º lugar – Prosecco Garibaldi Brut – preço: R$ 25,99 – Avaliação: 74/100 pts. “A escolha certa”.

23º lugar – Almadén Brut – preço: R$ 27,69 – Avaliação: 72/100 pts. “A escolha certa”.

NÃO RECOMENDADOS

46° lugar – Don Guerino Espumante Natural Brut – Brasil – preço: R$ 67,90  – Avaliação: 31/100 pts.

47° lugar – Quinta Don Bonifácio Espumante Natural Brut – Brasil – preço: R$ 45 – Avaliação: 28/100 pts.

48° lugar – Santa Carolina Espumante Reservado Brut – Chile (importador Casa Flora) – preço: R$ 21 – Avaliação: eliminado

Fonte: Revista Proteste n° 164 – Dezembro de 2016 – compilado parcialmente, uma vez que a matéria integral está no portal http://www.proteste.org.br/ e na revista que circula neste mês.

https://www.proteste.org.br/institucional/imprensa/press-release/2016/como-brindar-com-espumantes-sem-pesar-no-bolso

Promotora dos espumantes Chandon

Promotora dos espumantes Chandon

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *