Wines of Uruguay SP 2016 – Alto de La Ballena

2016-10-20-19-37-40

Wines of Uruguay promoveu em SP, no último dia 20 de outubro de 2016, evento com a presença de mais de vinte produtores do Uruguai. A recepção dos formadores de opinião paulistanos aos produtores uruguaios foi digna de nota, eis que o salão do hotel onde se realizou a degustação ficou lotado. É bom destacar que o evento foi conduzido pelo especialista e Presidente INAVI, José María Lez. A seguir, nossas impressões sobre  a Viña Alto de La Ballena. 

alto-de-la-ballena

Alto de La Ballena é uma pequena vinícola com 8 hectares de vinhedo, localizada a pouco menos de 15 km de Punta Ballena, no Departamento de Maldonado e bem perto de Punta Del Este. Considerada uma vinícola boutique, idealizada por Paula Pivel e Álvaro Lorenzo, produz as cepas tintas Tannat, Merlot, Cabernet Franc e Syrah além da branca Viognier. Destaca-se pela produção de vinhos com muito frescor, pela influencia do mar, que esta localizado a poucos quilômetros da bodega. Importador:  La Charbonnade.

Alto Ballena

Alto Ballena

A Bodega Alto de La Ballena está sediada na Sierra de La Ballena, no Depto. de Maldonado, pertinho de Punta Del Leste, na Ruta Nacional n°12, km 16.400. Integra o roteiro “Los Caminos Del Vino – Bodegas Familiares del Uruguay”. Contato: paula.pivel@altodelaballena.com Seu terroir e suas instalações chamam a atenção. São 20 hectares dos quais somente 8 de vinhedos. A primeira colheita foi em 2005 e os vinhos chegaram ao mercado em 2007.  A Bodega exporta para México, Brasil e Suécia e também para Estados Unidos, Bélgica, Suiça e Argentina. Um dos destaques é a Merlot seguida de perto pela Tannat, Cabernet Franc, Syrah e Viognier. Os vinhedos sofrem forte influência do vento Sudoeste que sopra com força em algumas épocas do ano. As plantas são cultivadas em ladeiras e estão próximas de importantes fontes de água e a forte influência marítima, são condições que favorecem a qualidade. O clima é moderado e estável, com amplitude térmica e noites frescas em pleno período de maturação das uvas. Os vinhedos gozam de boa drenagem, tanto pelas encostas íngremes como pela estrutura franca e pedregosa dos solos. A seguir a descrição dos vinhos degustados:

Alto de la Ballena Tannat/Merlot/Cabernet Franc Rosé 2012 – Álcool: 13,5% – Região: Maldonado/Punta Ballena – este Rosé é prova de que o Uruguai não produz somente bons tintos. Fresco, esbanjou delicadeza e maciez na taça. Aromas florais, corpo médio e fim-de-boca sem amargor, com ótima expressão de fruta. Avaliação: 89/100 pts.

2016-10-20-19-12-15

Alto de la Ballena Merlot/Cabernet Franc 2015 – Álcool: 13,5% – Variedades: Merlot (75%) e Cabernet Franc (25%) – Região: Maldonado/Punta Ballena – intenso na cor, aromas tímidos de frutas negras. Boca expressiva, equilibrada e concentrada. Vinho harmônico e de boa persistência. Avaliação: 88-89/100 pts. 

alto-m

Alto de la Ballena Cabernet Franc 2010 – Álcool: 14% – Região: Maldonado/Punta Ballena – A Cabernet Franc é uma das tintas bordalesas de melhor adaptação ao terroir Uruguaio. Na taça, um vinho de cor intensa, aromas que recordam licor de cassis sobre notas herbáceas sem exagero. Boca potente, concentrada, taninos de boa textura, álcool intenso sem incomodar, fruta e madeira coexistindo pacificamente e fim-de-boca longo. Está no auge. Avaliação: 89-90/100 pts.

alto-m

Alto de la Ballena Tannat/Viognier 2011 – Álcool: 14% – Região: Maldonado/Punta Ballena – é consabido que a Tannat não é uma uva aromática. Normalmente seus aromas são vegetais, verdosos, herbáceos. Quando tem fruta recorda framboesa.  Aqui a ideia de adicionar uma pitada da aromática Viognier parece seguir uma receita tradicional no Vale do Rhône que sempre deu certo. Análise organoléptica: quase retinto na cor. Aromas complexos com notas florais (violetas) sobre um fundo que recorda framboesa. Melhor ainda na boca. Tânico (ótima textura), álcool generoso, boa expressão de fruta num final empolgante que promete ganhar com mais tempo na garrafa, até porque 2011 foi uma excelente safra no Uruguai. Avaliação: 90/100 pts.+

alto-m

Alto de la Ballena Reserve Merlot 2010 – Álcool: 14% – Região: Maldonado/Punta Ballena – aqui verificamos um Merlot Cisplatino de grande expressão. Análise organoléptica: vermelho-rubi intenso, concentrado. Aromas típicos da variedade com notas de ameixa, figo e chocolate (barrica). Na boca verificamos a subscrição das sensações olfativas. Concentrado, taninos macios e texturados. Gostoso, profundo, é um dos grandes exemplares da variedade no Uruguai. Altamente recomendado. Avaliação: 90/100 pts.

2016-10-20-19-37-40

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *