Wines of Uruguay em SP 2016 – Antigua Bodega Stagnari

2016-10-20-19-01-01

Wines of Uruguay promoveu em SP, no último dia 20 de outubro de 2016, evento com a presença de mais de vinte produtores do Uruguai. A recepção dos formadores de opinião paulistanos aos produtores uruguaios foi digna de nota, eis que o salão do hotel onde se realizou a degustação ficou lotado. É bom destacar que o evento foi conduzido pelo especialista e Presidente INAVI, José María Lez. A seguir, nossas impressões sobre uma das revelações do evento, a Antigua Bodega Stagnri, representada por Fabian Stagnari. A seguir as descrições e avaliações dos vinhos degustados:

2016-10-20-19-02-08

Degustação –

2016-10-20-18-52-53

Antigua Bodega Stagnari Del Pedregal Chardonnay 2015 – Amarelo-palha brilhante. Aromas corretos – notas de frutas cítricas e tropicais maduras. Na boca é razoavelmente fresco e de persistência média/longa. Termina sem amargor. Avaliação: 87-88/100 pts.

2016-10-20-19-02-08

Antigua Bodega Stagnari Pedregal Tannat Roble 2015 –  o primeiro Tannat provado no evento em SP não decepcionou. Intenso na cor, aromas vegetais na frente. Em seguida as frutas negras que caracterizam a Tannat (framboesa e ameixa). Na boca, taninos presentes de boa qualidade, álcool e acidez integrados, alguma fruta e final seco, porém, sem adstringência. Avaliação: 88/100 pts.

2016-10-20-19-01-01

Prima Donna Tannat Crianza en Roble 2013 – amadurecido oito meses em barricas francesas usadas, exibiu cor vermelho-rubi intenso com alguma profundidade. Aromas abertos com notas de geleia de framboesa, especiarias sobre um fundo defumado. Na boca é um vinho solidamente constituído, tânico (ótima qualidade), álcool integrado, acidez salivante, boa presença de fruta e madeira integrada. Persistente, termina macio, sem adstringência e deixa uma gostosa nota de ameixa no palato. Avaliação: 89/100 pts.

2016-10-20-18-58-45

Osiris Tannat Reserva – vinho amadurecido durante 12 meses em barrica de carvalho americano. Análise organoléptica: violáceo intenso, profundo, quase impenetrável. Paleta de aromas complexos e típicos da casta com cerejas, especiarias, uma ponta de caramelo sobre um fundo levemente herbáceo. Alguma sobra de álcool a lembrar vinho fortificado (Porto). Na boca, exibiu taninos presentes, macios, intensos e bem trabalhados. Fruta em evidência em harmonia com a madeira. Um vinho potente, longo, direto, modelo do caráter varietal da Tannat. Avaliação: 90/100 pts.++

2016-10-20-19-02-08

Mburucuyá Assemblage Collection 2015 – “Assemblage Collection”é um blend concebido para revelar a máxima expressão aromática e gustativa das variedades que o compõem, Syrah, Cabernet Franc, Merlot, Tannat e Sangiovese. É uma edição limitada que só é elaborada em anos de colheitas excepcionais. Análise organoléptica: vermelho-rubi profundo e brilhante. Seus aromas recordam frutas vermelhas e negras em profusão num perfil moderno com alguma exuberância. Na boca sua entrada revelou um tinto rico, de estrutura elegante com taninos suaves e sedosos que lhe possibilitam um longo e profundo final. Avaliação: 90-91/100 pts.

2016-10-20-19-05-06

2016-10-20-19-05-14

Dolce Donna Cosecha Tardia Dulce Natural – Álcool: 12% – Este vinho “colheita tardia” é um lançamento da Antigua Bodega Stagnari elaborado com uvas sobremaduras, que permitiram concentrar seu açúcar natural a fim de conservar o dulçor da fruta no vinho. Notas de degustação: de aspecto cristalino sua cor é amarelo brilhante com reflexos verdeais. Aromas que recordam mel, frutas tropicais e flores. Na boca é fino, com elevada untuosidade, apresentando razoável equilíbrio entre doçura, estrutura e acidez. Termina medianamente persistente. Avaliação: 88-89/100 pts.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *