No Chile, forte diminuição nos incêndios florestais

07/02/2017 | 06:12 | Coquimbo, Valparaíso, Metropolitana, Lib. Gral Bernardo O’Higgins, Maule, Biobío, Araucanía, Los Ríos, Los Lagos, Magallanes e a Antártica Chilena –

Chile

O Centro Nacional de Alertas do Chile, de acordo com a informação técnica dada pela Corporação Nacional Florestal (CONAF), informa que no dia 6 de fevereiro de 2017 (ontem) havia 56 incêndios florestais ativos dos quais 44 controlados, 6 em combate e 6 extintos.

01 Chile 03

Registraram-se 441 abrigados, 7.157 imóveis danificados, 1.551 moradias destruídas e um total de 11 mortos.

Mantém-se no Chile o Estado de Catástrofe nas províncias de Colchágua e Cardenal Caro, Região de O’Higgins e nas regiões do Maule, Biobío e La Araucanía.

Sputnik Brasil - Avião russo voa rumo ao Chile onde 11 pessoas morreram nos maiores incêndios florestais

Sputnik Brasil –
Avião russo voa rumo ao Chile onde 11 pessoas morreram nos maiores incêndios florestais

RECURSOS EMPREGADOS:

47 aeronaves (aviões e helicópteros) se encontram operativas, sob orientação da CONAF, sendo reforçadas com apoio de empresas privadas e recursos estrangeiros.

15.973 pessoas aproximadamente encontram-se dedicadas a dar suporte, apoio, combate e controle aos incêndios, cerca de 1.170 brigadistas nacionais, 550 brigadistas e experts estrangeiros, 8.634 membros das Forças Armadas, 2.000 bombeiros, 748 Policiais, 474 Policiais de Investigações e 2.397 funcionários de Ministérios e Serviços Públicos estão envolvidos.

Mantém-se abrigos habitados em número de quatro na Região do Maule e trinta e cinco na Região de Biobío.

O avião Ilyushin IL-76 não realizou operações no dia de ontem, devido à realização de trabalhos de manutenção. Por outra parte, o avião Boeing 747-400 Super Tanker se mantém a disposição no caso de uma emergência que assim o exija. Finalmente, a aeronave BAE 146-200 trabalhou na Região do Maule.

AERONAVES-INCENDIO_Foto-Gobierno-de-Chile

INFORMAÇÃO SETORIAL:

Conforme a informação do Ministério de Obras Públicas, há 135 máquinas empregadas nas zonas afetadas, atingindo a construção de 506,24 quilômetros de corta-fogos.

Ademais,  informa-se que se mantém sem operação o sistema de Água Potável Rural (APR) da localidade de Santa Olga, Região do Maule.

Em relação à ajuda internacional, a chancelaria chilena informa que chegaram ao país um total de 550 brigadistas e 6 aeronaves.

Crédito da imagem: exame.abril.com.br

Crédito da imagem: exame.abril.com.br

ALERTAS VIGENTES POR INCÊNDIOS FLORESTAIS:

Alerta Vermelho: para as comunas de Santo Domingo, Valparaíso (Região de Valparaíso); Alhué (Região Metropolitana); Empedrado e Constitución, Hualañé, Licantén, San Javier, Vichuquén (Região do Maule). 

Alerta Amarelo para as comunas de Quilpué, San Antonio (Região de Valparaíso); Região de O’Higgins; Região do Maule; províncias de Concepción e Ñuble (Região de Biobío); Região de Araucanía.

Alerta Preventivo para a Região de Valparaíso; províncias de Arauco e Biobío (Região de Biobío); Região de Los Ríos e  Região de Los Lagos.

Informações relevantes sobre os incêndios florestais:

Os incêndios continuam ativos nas regiões metropolitanas (de Santiago) e Valparaíso. Nas regiões do Maule e BioBio já estão sob controle.

Novas DOs Chile

RECURSOS ENVIADOS ÀS REGIÕES AFETADAS:

Com o fim de dispor de recursos para as pessoas afetadas, ONEMI mediante a Divisão de Abastecimento, implantou o traslado de elementos às regiões afetadas, com o fim de atender adequadamente os requerimentos que se encontram levantados nas distintas comunas, permitindo responder às pessoas afetadas.

Os elementos de ajuda enviados às zonas afetadas alcançam os 290.690 litros de combustível, 64.625 quilos de alimentos, 34.245 garrafas de água mineral de 1.6 litros; 5.071 kits de asseio; 20.500 ferramentas; 11.350 roupas de cama e 4.414 unidades de camas e colchões.

ONEMI

Fontes: Ministério do Interior e das Obras Públicas da República do Chile e Sylvia Cava

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *