Degustação Confraria Esvaziando a Adega – vinhos conservados dentro e fora da adega climatizada

 

2017-04-15 15.20.16

No dia 15 de abril de 2017, a Confraria Esvaziando a Adega reuniu-se mais uma vez no sempre recomendado restaurante Zeffiro (Frei Caneca 669, SP), para degustar vinhos tintos conservados dentro de fora da adega climatizada e vinhos diversos trazidos pelos confrades. Estiveram presentes além deste redator, Lucas, José Luiz e Clóvis. Maria Helena e Melissa Garaldi também participaram. Ausente: Romeu

2017-04-15 13.58.46

Champagne Pierre Mairet Brut Nature – Álcool: 12% – Variedades: Chardonnay (34%), Pinot Noir (33%) e Pinot Meunier (33%) – Importador: Portal Comércio Exterior Ltda. – Disponível no Empório Vinhos & Livros – tel. 11 3257 4362 –  Avaliação: 90/100 pts.

Cecchi DOCG Vernaccia di San Gimignano 2015 – Álcool: 12,5% – preço: R$ 79,90 – Importador: wine.com.br – palha brilhante translúcido. Aroma de frutas brancas e amarelas, notas florais, cítricas e minerais, branco de paladar leve, boa acidez e final marcadamente cítrico. Produzido com a uva branca Vernaccia di San Gimignano, esse rótulo pertence a uma Denominação de Origem Controlada e Garantida, que é o mais alto reconhecimento de vinho da legislação italiana. Essa variedade destaca aromas e sabores de frutas como melão e pera. Poderia ser mais persistente. Exibiu ligeira mineralidade. Avaliação: 87/100 pts.

2017-04-15 13.47.04

Esporão Aragonês Vinho Regional Alentejano 2000 (500 ml) – Álcool: 13,5%conservado na adega climatizada desde sua aquisição – vermelho-rubi na transição para granada brilhante com partículas em suspensão. Aberto nos aromas nitidamente terciários: frutas secas, tabaco, apontamentos vegetais sobre licor de cassis. Na boca, sua entrada revelou um tinto firme, compacto, taninos aveludados, boa acidez, álcool integrado. Enfim, um vinho “crocante” que suportou 17 anos na garrafa sem dar sinais de decadência/cansaço. Avaliação: 90-91/100 pts.   

2017-04-15 15.45.17

Esporão Aragonês VRA 2000 (500 ml) – Álcool: 13,5%conservado na adega desde sua aquisição – Um pouco mais evoluído na cor do que o anterior com algumas partículas em suspensão e levíssima turbidez. Aberto nos aromas nitidamente terciários com predomínio de notas vegetais, tabaco sobre um toque tostado. Na boca sua entrada revelou um tinto firme, taninos aveludados, boa acidez, álcool integrado. Enfim, um vinho potente, volumoso, que suportou 17 anos na garrafa sem dar sinais de decadência/cansaço.  A única diferença notada é que este tinha menos frescor/acidez do que o exemplar mantido em ambiente climatizado. Apenas isso! Avaliação: 90/100 pts.

2017-04-15 15.20.16

Esporão Touriga Nacional VRA 2000 (500 ml) – Álcool: 13,5% – conservado na adega desde sua aquisição – Vermelho-rubi intenso, profundo, com algumas partículas em suspensão e levíssima turbidez. Aberto nos aromas com otas florais típicas da casta, chocolate, leve mentol sobre um toque tostado/defumado. Na boca, sua entrada revelou um tinto de taninos firmes, concentrado, de grande volume, excelente acidez, alcoólico, profundo. Enfim, um vinho de grande expressão no paladar, apto ao envelhecimento em garrafa eis que suportou 17 anos na garrafa sem dar sinais de decadência/cansaço. Avaliação: 90/100 pts.

Gracia de Chile Collección Syrah/Merlot e Mourvédre – Álcool: 14% – Região: Vale do Maipo – Importador: Expand – disponível no Empório de Vinhos e Livros – tel 11 3257 4362 – A vinícola “Gracia de Chile” fazia parte do extinto conglomerado “Corpora Viñedos e Bodegas” ao qual pertence as Viñas Agustinos, Canata e Veranda. A característica principal da Gracia de Chile segundo Hugh Johnson (Guia de Vinhos de Bolso – edição 2008), é “possuir vinhedos desde Aconcágua até Bío Bío”. VC (ex-Córpora) é um grupo de vinícolas pertencente à família Ibañez e que reúne a Agustinos, a Gracia, a Porta e a Veranda, no Chile e a Universo Austral na Argentina. Todas as vinícolas tinham objetivos ambiciosos, mas os vinhos podem variar bastante entre elas. Inevitavelmente há uma diferença no fornecimento de uvas para cada vinícola; o melhor meio de encontrar qualidade é encontrar rótulos gerados pelos melhores vinhedos. As plantações em Bío Bío, em expansão, são um dos pontos-chave do grupo, e estão rendendo atraentes Pinots e Chardonnays, enquanto os vinhedos de Alto Cachapoal fornecem Syrahs densas e de paladar agradável. Fonte – O Grande Livro dos Vinhos – Publifolha – edição 2012 – Análise organoléptica: Um belo vinho, cuja cor não entrega sua idade. No olfato, desde logo chamou atenção pelas notas de frutas vermelhas e negras, tons balsâmicos sobre fruta em compota (goiabada). Taninos polidos num vinho de muito nervo que deixa muitos vinhos Grenache/Syrah e Mourvédre do Novo Mundo na lona! Persistente, com notas tostadas que completam o conjunto deste tinto saboroso, detentor de ótima relação preço-qualidade. Avaliação: 88-89/100 pts.

IMG-20170524-WA0002

Da esquerda para a direita: José Luiz, Jeriel, Clóvis, Lucas, Melissa e Maria Helena. As reuniões da Confraria Esvaziando a Adega são assim: descontraídas, sem frescuras e sempre no mesmo restaurante, o Zeffiro da Rua Frei Caneca.

Empório

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *