Expovinis 2017 – Wines of Chile – J. Bouchon

2017-06-07 16.21.17

No último dia 7 de junho de 2017, na Expovinis, especificamente no estande da Wines of Chile, este redator teve oportunidade de degustar os vinhos do produtor “J. Bouchon”, que levou para a feira um dos destaques de seu portfólio, qual seja, o vinho branco da variedade Sémillon “Granito” 2015. Lá, fomos recebidos pelo proprietário da vinícola, que discorreu de forma simplificada sobre os vinhos. O importador, Marcos Simonsen, também estava presente. A seguir, descrições e avaliações dos vinhos:

Sobre a J. Bouchon
“Um dos nomes imprescindíveis no panorama do Maule moderno. J. Bouchon vem produzindo vinhos nos últimos quinze anos, sempre sob o olhar atento da família Bouchon, desde o quartel general em Santa María de Mingre. O sobrenome Bouchon está intimamente ligado ao vinho chileno desde o final do século XIX. Em 1892 chegou o primeiro dos Bouchon ao Chile desde Bordeaux, França” – fonte: Guia Descorchados 

2017-06-07 16.23.48

J. Bouchon Reserva Sauvignon Blanc 2016 – Região: Vale do Maule – palha translúcido. Aromas intensos com notas vegetais e cítricas sobre um fundo mineral. Boa presença na boca, corpo pleno, bom frescor, persistente, sem provocar amargor. Avaliação: 88/100 pts.

2017-06-07 16.27.04

J. Bouchon Granito Sémillon 2015Apenas 600 garrafas produzidas deste emblemático Sémillon chileno que custa em torno de US$ 40 na origem. Um branco que provém de um vinhedo de setenta anos cultivado em solo granítico com alto grau de decomposição cultivado em método dry farming, ou seja, sem nenhuma irrigação externa. Lembro ao prezado leitor que na década de 1970, os brancos chilenos se resumiam a Chardonnay, Sauvignon e Sémillon. Provado na Expovinis 2017, este Sémillon para este redator, de longe, o melhor branco do Novo Mundo do evento. Encorpado, denso, profundo, mineral, cítrico e, sobretudo, de excelente acidez. Pena estar disponível somente no Chile, quiçá no Brasil se alguém se animar em importá-lo, porque apreciadores não lhe faltarão! Avaliação: 93/100 pts.

2017-06-07 16.33.48

J. Bouchon Canto Sur 2016 – Região: Vale do Maule – Variedades: Carménère (70%), Carignan (15%) e País (15%)  Vermelho-rubi intenso e profundo com halo púrpura. No nariz, notas de licor de cassis, mentol e ameixa. Na boca é um vinho de taninos finos, álcool generoso sem incomodar e de acidez plena. Madeira integrada à fruta. Boa complexidade. Intenso e persistente, termina suave e redondo. Um blend equilibrado e prazeroso, sem o pimentão exagerado de alguns Carménères. Avaliação: 88-89/100 pts.+ 

J. Bouchon Mingre Premim 2010 – Álcool: 13,5% – variedades: Carménère (40%), Cabernet Sauvignon (30%) e Syrah (30%) – região: Mingre – Vale do Maule – amadurecido durante 14 – 18 meses em carvalho francês novo, com uvas de vinhedos entre 40 a 60 anos, localizados a 30 km da costa, com produção de apenas 1 kg por planta, exibiu cor vermelho rubi concentrado profundo com halo violáceo. Aromas com destaque para fruta vermelha com enfase na cereja e groselha sobre um fundo mentolado. Evolui na taça ostentando aromas de ameixas e figos frescos. Na boca a sua entrada revela um vinho estruturado, com plena integração da fruta com a madeira com prevalência da primeira. Bom volume e persistência final. Sedoso, profundo e intenso, é um vinho que prova que quando os chilenos querem, conseguem reduzir a carga de madeira e as notas de goiabada presentes na maior parte dos vinhos. Avaliação: 90/100 pts.+

Longaví de Los Andes Cabernet Sauvignon 2014 – vinho elaborado em parceria com a vinícola Sul-africana Cederberg (o rótulo carrega a assinatura de dois enólogos, o chileno Julio Bouchon e o sul-africano David Nieuwoudt). As uvas provém de vinhedos selecionados em Mingre, Vale do Maule. Análise organoléptica: retinto na cor, aromas e sabores de frutas vermelhas e negras, groselha e tabaco. Estruturado, taninos de textura fina, aveludados. Madeira e fruta em comunhão (22 meses em barricas novas de carvalho francês). Termina longo, empolgante. Um grande vinho, um grande Cabernet Sauvignon de dois mundos, intenso, sofisticado, poderoso, como convém. Avaliação: 92/100 pts.+

No Brasil, os rótulos J. Bouchon são importados por MS Luxury Group

No Brasil, os rótulos J. Bouchon são importados por MS Luxury Group Store

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *