Wine Day Decanter 2017 – Vinhos do Novo Mundo

2017-06-27 19.03.34

Em 27 de junho último, a importadora Decanter promoveu seu Wine Day – degustação de novidades em seu portfolio,  além de mais de 130 rótulos de outros países. O evento, em formato de feira, contou com a presença do do Sr. Adolar Hermann e dos Sommelieres Eduardo Dorílio, Leandro Mattiuz e Thiago Locatelli, recentemente contratado. O representante da José Maria da Fonseca, Domingos Soares Franco e Gonzalo Guzman, da chilena El Principal também estiveram presentes com novas safras e novos vinhos que oportunamente serão descritos e avaliados. A seguir, descrições e avaliações de vinhos brancos do “Velho Mundo” que degustamos no evento:

2017-06-27 13.51.46

De Martino Gallardia Old Vine White 2015 – Álcool: 13% – Variedades: Moscatel de Alexandria (70%) e Corinto (30% Chasellas) – Região: Guarilihue/Itata – Importador: Decanter – Preço: R$ 96,30 – Guarilihue, no Vale de de Itata, localidade já conhecida por este redator, está a 23 km do Pacífico, 40 km de Concepción e 480 km de Santiago do Chile. Análise organoléptica: palha verdeal brilhante. A Moscatel dá aromas e a Corinto volume. Aromas complexos com notas florais, frutas de caroço e toques de mel. Na boca tem volume, boa acidez (que promove todo seu frescor), toques minerais que não encobrem a fruta e um final suave e harmônico. Avaliação: 89-90/100 pts.

2017-06-27 14.12.48

Peter Lehmann Margaret Sémillon 2008 – Álcool: 11% – Região: South Australia/Barossa – preço promocional de R$ 312,30 por R$ 124,92 – importador: Decanter – vinho branco amadurecido seis meses em barrica de carvalho francês, novas (50%) e de 2° uso. Análise organoléptica: palha verdeal brilhante sem denunciar o peso de nove anos. No nariz aromas envolventes com notas de frutas cítricas (lima, limão) dominando o conjunto sobre um fundo mineral e de especiarias doces. Na boca o equilíbrio é evidente entre o frutado elegante e os tostados da barrica; açúcar e acidez garantem o balanço e vivacidade deste branco volumoso, seco e cítrico. Longo final assim como longa é a sua persistência. Tudo com muita harmonia confirmando a assertiva da longevidade da Sémillon, mesmo fora de Bordeaux. Avaliação: 93-94/100 pts.+

2017-06-27 14.07.49

Te Muna Craggy Range 2014 Sauvignon Blanc Single Vineyard 2014 – álcool: 13% – preço: R$ 225,80 – Amarelo palha quase translúcido. Aromas muito intensos e de rica complexidade com frutas cítricas, notas de flor de maracujá e ervas frescas. Acidez refrescante, boa mineralidade, fusão cítrica e herbácea com sucesso num fim-de-boca vibrante, opulento e sem amargor. Um vinho no qual cada gole é um verdadeiro exercício de prazer! Avaliação: 92-93/100 pts.

2017-06-27 14.01.53

Colomé Lote Especial Sauvignon Blanc Altura Máxima 2015 – Álcool: 13,5% – Preço: R$ 310,20 – vinho amadurecido durante sete meses, 90% em tanques de inox sobre as lias e 10% em barricas novas de carvalho francês. Notas de prova: palha brilhante, translúcido. Contido na intensidade de aromas, exibiu sugestões de arruda, folhas de tomate num perfil “herbáceo fino” a lembrar um bom Sancerre ou Pouilly-Fume. Boca ampla, profunda, de sólida estrutura ostentando a acidez pulsante que é uma característica da variedade. O retro-olfato é longo. Leve mineralidade, a terminar como começou: muito macio convidando para o próximo gole! Avaliação: 92/100 pts.++

2017-06-27 14.12.01

Caliterra Aventura Chardonnay 2016 – Álcool: 13,5% – Preço: R$ 60,30 – cerca de trinta por cento do vinho fermentou em barrica francesa.  Análise organoléptica: amarelo palha com reflexo na transição para dourado. No olfato os primeiros aromas são de frutas tropicais como abacaxi, pêssego, pêra sobre um fundo cítrico. Na boca as sensações olfativas foram integralmente subscritas. Macio, frutado, este gostoso Chardonnay do Vale Central confirmou a tipicidade da variedade no Novo Mundo com discreta mineralidade e frescor que o destacam na sua faixa de preço. Avaliação: 88-89/100 pts.+

Riglos Gran Cabernet Sauvignon 2012  Álcool: 14,5% – Região: Vale de Uco – Preço: R$ 174,70 –Vermelho-rubi intenso com reflexo púrpura sem denotar o peso de cinco anos. No nariz, o ataque inicial revelou discretos aromas que remetem diretamente à casta, com delicadas notas herbáceas, pimentão e licor de cassis. Na boca repetiu a riqueza aromática com uma paleta variada de sabores com muito frescor, taninos finos e integração do álcool, fruta, madeira e acidez. Um vinho elegante, que além da longevidade, tem na tipicidade da casta e na robustez do conjunto suas maiores virtudes. Avaliação: 90/100 pts.+

Saurus Select Merlot 2014 – álcool: 14,5% – preço: R$ 78,60 – vermelho-rubi com alguma concentração e discreto halo granada em formação. Aromas típicos da casta no Novo Mundo com ameixas e figos maduros  sobre um toque de especiarias. Na boca, seu frescor chamou atenção, além da leve sobra de álcool e dos taninos aveludados. Está num bom momento e surpreendeu por sua madurez e tipicidade na Patagônia Argentina. Avaliação: 89/100 pts.

2017-06-27 17.31.17

Mora Negra de Finca Las Moras 2011 – Região: vale de Pedernal/San Juan – álcool: 14% – variedades: Malbec (70% – vinhas de 21 anos) e Bonarda (30% – vinhas de 40 anos) –importador: Decanter – Preço:  R$ 213,30 – a Finca Las Moras é o segundo maior produtor em volume importado pela Decanter. Análise organoléptica: vermelho-rubi concentrado, intenso, profundo com reflexo púrpura sem demonstrar o peso de seis anos! Portanto, já na cor revela excelente extração. Paleta aromática no mesmo diapasão: complexa, profunda e limpa com amoras, especiarias, trufas, chocolate e uma ponta floral (violetas) aportada pela Malbec. Na boca verificamos a subscrição total do olfato. Os quinze meses de barrica já estão integrados permitindo espaço para a fruta em evidência sobre um fundo vegetal. Taninos macios, integrados conferindo nervo e personalidade. Ótima concentração de sabor com frutas negras e madeira de boa qualidade. Carnudo e volumoso no palato sua massa de taninos finos contrabalançados por sua acidez salivante e álcool integrado que lhe dão muita vida e movimento. Picante (Bonarda), bem estruturado e de prolongado final, tem condições de continuar evoluindo com o tempo na garrafa aprimorando suas qualidades. Avaliação: 90/100 pts.+

Viña Alicia Brote Negro Malbec “Colección de Familia” 2009 – Álcool: 14,8% – Preço: R$ 382,80 –Brote negro é um clone exclusivo de Malbec que produz um vinho concentrado e longevo. Análise organoléptica: retinto na cor, exibiu aromas florais e terrosos secundados por frutas negras. No paladar encontramos exatamente isso: um vinho forte, de sólida estrutura, harmônico e muito denso, de taninos instigantes que lhe conferem personalidade com muita sofisticação e alguma rusticidade característica deste clone no prolongado fim-de-boca. Avaliação: 91-92/100 pts.

Finca La Linda Smart Blend 2013 – Álcool: 13,9% – Regiões: Luján de Cuyo e Maipú – Variedades: Cabernet Sauvignon (50%), Syrah (35%) e Tannat (15%) – preço: R$ 87,20 – vermelho-rubi intenso, profundo. Aromas abertos de frutas negras e vermelhas revezando-se entre si num fundo marcado por notas de especiarias. Paladar a confirmar os aromas:  macio e de médio corpo com a fruta se destacando, madeira integrada, taninos finos, álcool integrado e final persistente. Avaliação: 89/100 pts.

2017-06-27 18.16.16

Kilikanoon Killerman’s Run Shiraz 2013 – Álcool: 14,5% – Região: South Australia/Clare Valley/Watervale – preço de R$ 180,20 por R$ 153,17 – importador: Decanter – vermelho-rubi brilhante com reflexo violáceo. Aromas a lembrar especiarias e frutas negras sobre um fundo tostado. Na boca, surpreende pela fineza de seus taninos, acidez plena (ótimo frescor) e intensidade de fruta. Termina longo, persistente. Avaliação: 91/100 pts.

2017-06-27 17.55.17

Bouza Tannat “Sin Barrica” 2015 – Álcool: 12,5% – Região: Montevidéu – Preço: R$ 135,00 – uma das novidades do evento, este Tannat da conceituada Bodega Bouza, na taça, exibiu cor vermelho-rubi com reflexo púrpura. Intenso nos aromas para um Tannat, com frutas negras maduras (ameixa e figo) se destacando e tornando o conjunto convidativo. Na boca está todo em harmonia, com taninos amistosos, boa fruta, álcool na medida certa e muita acidez. Um vinho bem resolvido, equilibrado, sem rusticidade e de ótima persistência final. Avaliação: 91/100 pts.+

2017-06-27 18.06.13

Old Bush Single Vineyard Las Cruces “Field Blend” 2011 – Álcool: 13,5% – Variedades: Malbec (65%), Carménère (30%) e Cabernet Sauvignon, Syrah, Carignan e Cinsault (5%). – Preço: R$ 227,50 – Região: Vale de Cachapoal/Peumo – Marcelo Retamal, enólogo que elabora este tinto assinala que aqui as duas variedades estão misturadas em vinhas velhas, sem irrigação, mas que normalmente a Malbec é colhida em 15 de março e a Carménère em 15 de abril. Por ser um “Field Blend” as duas variedades são colhidas na mesma oportunidade, em junho. Análise organoléptica: vermelho-rubi intenso, profundo. Aromas complexos com reminiscências de especiarias (cravo) e café. Na boca taninos macios, estrutura sólida e acidez salivante. Na senda dos vinhos De Martino, a fruta não se intimida na presença da madeira. De grande potência, exibe um final de grande persistência num tinto concentrado e marcante. Avaliação: 89-90/100 pts.+ 

2017-06-27 18.13.56

Carménère Single Vineyard Alto de Piedra 2013 – Região: Vale do Maipo – Álcool: 13% – Preço: de R$ 227,50 por R$ 193,38 – violáceo intenso na cor que tem boa profundidade. Aromas ricos e complexos, com notas de licor de cassis, chocolate amargo e cerejas sem notas de pirazina. Na boca, verificamos a plena subscrição das sensações olfativas num Carménère que inunda o paladar com sua fruta doce. Um tinto bem feito, sem intromissão da madeira que não chega a incomodar. Os taninos são finos, a acidez correta e o álcool integrado. Excelente vinho! Avaliação: 90/100 pts.+

2017-06-27 18.40.37

Luigi Bosca Malbec Terroir Los Miradores 2013 – Álcool: 14,7% – preço: R$ 168,50 –Região: Villa Seca (subdenominação da IG Tunuyán), Valle de Uco, Mendoza – importador: Decanter – cerca de 30% do vinho amadureceu em barrica de carvalho francês durante doze meses – Análise organoléptica: púrpura intenso, profundo. Impressiona pela riqueza olfativa com as tradicionais notas florais (violetas) da variedade secundada por notas de madeira fina (cedro), especiarias sobre um gostoso fundo balsâmico. A boca reflete com fidelidade o perfil olfativo com taninos finos, sedosos, muita fruta e álcool perfeitamente integrado, sem os excessos a que já estamos acostumados. A acidez confirma seu perfil gastronômico. Encorpado, suculento, dotado de excelente frescor proporcionado pela uvas cultivadas num vinhedo de altitude da Luigi Bosca no Vale de Uco. No momento, é um vinho muito gostoso, que promete longa evolução na garrafa. Avaliação: 92/100 pts.+

Aventura Carmenere

Caliterra Aventura Carménère 2015 – Álcool: 13,5% – Preço: R$ 60,30 – tinto chileno com pequena passagem por barrica barrica francesa. Análise organoléptica: vermelho-rubi intenso com reflexo púrpura a denunciar sua juventude. No olfato os primeiros aromas são de frutas vermelhas e negras maduras, sem os cansativos aromas herbáceos de alguns exemplares chilenos e na boca, confirmamos as sensações olfativas. Macio, frutado, este gostoso Carménère de corpo médio do Vale Central confirmou a tipicidade da variedade franco-chilena com balanço e frescor que o destacam na sua faixa de preço. Fácil de beber e de gostar, este novo vinho da Caliterra é detentor de excelente relação preço-qualidade. Avaliação: 88-89/100 pts.+

APinot Noir Expresion 2015

Villard Pinot Noir Reserve Expresión 2015 – Álcool: 14% – Importador: Decanter – Preço: R$ 115,40 – um dos Pinots mais antigos e consistentes do Chile. Bem frutado nos aromas sobre um fundo terroso, de taninos macios e sem notas herbáceas ou excessos: madeira e álcool integrados. Saboroso, tem a fruta do Vale de Casablanca (44% do vinho amadurece oito meses em barricas de carvalho francês). Para a sua faixa de preço exibiu longa persistência.  Enfim, um Pinot surpreendente e muito confiável. Avaliação: 90/100 pts.

Autentico-malbec-calchaqui-valley-argentina-

Colomé Auténtico Malbec 2015 – Álcool: 13,5% – Preço: de R$ 214,10 por R$ 181,99 – vinho elaborado à partir de vinhas de mais de 90 anos com certificação biodinâmica, foi amadurecido durante nove meses em cubas de material inerte. Notas de prova: violáceo com reflexo púrpura. Exuberante nos aromas típicos da casta, exibiu reminiscências de violetas, sugestões de ameixa, especiarias num perfil típico dos vinhos de altitude. Boca ampla, profunda, mastigável, de sólida estrutura ostentando a acidez pulsante que é uma característica dos caldos produzidos à partir de uvas de vinhedos elevados. O retro-olfato é longo, num tinto poderoso no paladar, alcoólico, dotado de alguma mineralidade, a terminar como começou: exuberante, suculento, convidando para o próximo gole! Avaliação: 92/100 pts.+

Black_label_bonarda

Finca Las Moras “Black Label” Bonarda 2014 – álcool: 14% – região: San Juan/Cuyo/Valle del Tulum – importador: Decanter – Preço: R$ 99,00 – púrpura intenso com reflexo arroxeado. Aberto nos aromas com notas florais (violetas), leves toques herbáceos, chocolate e uma ponta de álcool a denunciar sua juventude. No paladar, a sua entrada revelou um vinho quente, picante, cujos taninos estão presentes mas são de boa qualidade, madeira facilmente notada e acidez média. O meio de boca aveludado e de médio corpo, revela um vinho de boa tipicidade, que termina seco, sem austeridade. Um bom exemplo do potencial da casta no solo argentino, notadamente em San Juan. Avaliação: 88/100 pts.+

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *