A Argentina é um jogador-chave na cena do vinho do século XXI. Mãos para baixo, atualmente, o país é conhecido por fazer alguns dos melhores vinhos de Malbec do mundo. A interpretação argentina da uva francesa demonstra um amadurecimento e robustez de frutas pretas e azuis que são inigualáveis. Mas o que quero deixar claro aqui é que, quando falamos sobre a Argentina, não devemos nos concentrar apenas na Malbec. Ao concentrarmos toda atenção em apenas uma das variedades que a região faz bem, esquecemos de uma série de verdadeiros “superstars”. Muitos deles estão amplamente disponíveis no mercado por valores fantásticos!

Foram os imigrantes europeus (destaque para italianos, espanhóis e suíços) que no final do século XIX aproveitaram o potencial vinícola do país e plantaram vinhas ao redor da Cordilheira dos Andes. Na Argentina, as uvas são cultivadas em altitudes espetacularmente altas – mais de 3.000 metros sobre o nível do mar em muitos casos. Como a região é nova, comparativamente falando, ela continua a crescer e mudar a um ritmo acelerado. É exatamente por isso que devemos prestar atenção extra ao que está acontecendo no desenvolvimento dessa região vinícola. Aqui estão as minhas oito primeiras escolhas, além da uva de Malbec. Para ver a lista completa dos meus vinhos (Mark Angelillo – Snooth.com) provados na Argentina durante 2017 (incluindo a uva de assinatura da região, Malbec), clique aqui.

Espumante
Domaine Bousquet Chardonnay-Pinot Noir Brut Mendoza
Aromas terrosos do solo arenoso e argila no nariz com toques de pêssego, melão e sálvia seca. Continua a ser terroso e concentrado no palato com citrinos de limão e toranja, flor de pêssegos e damascos secos sobre tons empoeirados e secos.

Pinot Grigio
Callia Alta Pinot Grigio Argentina 2016
Notas florais vivas de marmelo, pêra, maçã e pêssego no nariz. Suave, delicado e com um toque tímido no paladar com notas de frutas frescas de pêssego, maçã e toranja, excelente equilíbrio e um tempero agradável no fim de boca. Apresentação maravilhosa da uva. 91/100 pts.

Torrontés
Trivento White Orchid Blend Torrontés Reserve Mendoza 2016
Aromas altamente florais de pétala de rosa perfumada e potpourri, notas de frutas como pêssego fresco e lichia. Tropical e floral na boca, dotado de alta acidez e muito sabor, mousse de limão, manga fresca, abacaxi e melão com um fim de boca curto de frutos secos e mais notas de flor.

Chardonnay
Chakana Estate Selection Chardonnay Uco Valley 2017
Aromas frescos de maçã verde e bálsamo de limão com uma nota de grama e algum cítrico. Fresco e suculento no paladar com limão, melão e maçã verde, um pouco de cremosidade e uma textura média na boca. Cresce no fim de boca persistente, liberando algumas notas agradáveis de pêssego e um pouco de especiarias e carvalho.

Cabernet Franc
Bodega Lagarde Guarda Cabernet Franc Lujan de Cuyo 2014
Aromas temperados de baga escura com toques de folha de tomate e violetas. Puro, frutado e delicado no paladar, uma ótima vitrine para a uva com frutas frescas como cereja e framboesa, uma especiaria de cozimento agradável e um fim de boca estruturado e cheio de finesse, emoldurado por carvalho e algo terroso. 91/100 pts.

 

Syrah
Benegas Estate Single Vineyard Finca Libertad Syrah Mendoza 2012
Aromas ricamente frondosos de groselha preta e cereja preta, notas de especiarias e de flores brancas. Suave e imponente, de textura cremosa e tânica, com um brilho de baunilha e carvalho que recobre os sabores de frutas como groselha preta, amora e um fim de boca com sugestões de cacau e açúcar mascavo. Muita profundidade e complexidade com frutas muito expressivas e excelente textura. 90/100 pts.

Vinhos Carmelo Patti

Cabernet Sauvignon
Carmelo Patti Cabernet Sauvignon Lujan de Cuyo 2007
Boa complexidade aqui com notas minerais salteadas de terra limosa, especiarias de cozimento e componentes clássicos de frutas pretas – principalmente groselha preta e amora. Cremoso, sensual e elegante no paladar com notas profundas de cereja preta e amora, um pouco maduro, mas ainda bastante fresco. Hoje são dez anos de um tinto jovem que se bebe lindamente, idade suficiente para suavizar as arestas e produzir notas de chocolate com textura cremosa, acidez fresca e um agradável fim de boca. 93/100 pts.

Red Blend
Domaine Bousquet Gaia Red Blend Tupungato Valley 2013
Aromas inebriantes de terra mineral rica, chocolate escuro e amoras. Corpo cheio e suculento, algo resinoso na boca,  cheio de sabores ousados e de acidez cortante, sugestões de mirtilo e amora, taninos firmes e uma sugestão de groselha preta madura no fim de boca. 90/100 pts.

Argentina – Olhando para além da Malbec –
29 de dezembro de 2017 por Mark Angelillo

Leia mais em: http://www.snooth.com/articles/argentina-wine-malbec/?viewall=1#ixzz52mKIuVfb

(Visited 78 times, 85 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *