Prezados amigos e leitores,

É com satisfação que escrevo essas linhas e tentarei ser breve. O blog já existe há quase dez anos, visto que em 6 de setembro de 2018 completará uma década de existência. Nunca nos preocupamos em ficar nas primeiras colocações nos levantamentos anuais “Quem é Quem” feitos por Oscar Daudt, do expressivo portal Enoeventos, mas sempre figuramos entre os vinte primeiros, em alguns anos entre os dez. O incansável Oscar criou sua importadora e permitiu que Camila H. Coletti, da revista/portal Enoestilo o fizesse. E, desde 2017,  já integramos este segundo levantamento, que segue mesma linha das matérias do Oscar, o que não deixa de ser alentador. Para este redator, o blog não deixa de ser um diário. Não bebemos vinhos todos os dias, mas o mundo do vinho é tão amplo que um dia inteiro não é suficiente para escrevermos e relatarmos nossas experiências. O nosso compromisso é com a qualidade e seriedade das informações e, talvez por isso, subimos da décima-terceira para sexta colocação conforme tabela abaixo:

http://www.enoestilo.com.br/quem-e-quem-2018-no-mundo-do-vinho/

Mas ao ler o texto da “bicampeã” Camila, autora da revista eletrônica “Eno Estilo”, sentimo-nos obrigados a transcrever alguns trechos, uma vez que refletem a realidade, senão vejamos:

“A vida de um jornalista independente, blogueiro ou especialista em vinhos que tem a responsabilidade de editor sobre um site.

Ele não tem o apoio, nem o salário, de um veículo impresso, portanto tem todos os custos por sua conta.  Não tem revisor, não tem verba de despesas e nem o nome de um veículo como um grande jornal ou revista e seus patrocinadores, lhe abrindo os caminhos. Tudo é feito na garra, na coragem de quem assina seus textos e análises, que não tiveram o suporte de um revisor e que assume os gastos de cada passo neste mundo.

Por um outro lado, ele se especializa em muitas facetas. E quando recebe um convite especial, por exemplo para uma viagem ou para fazer parte do juri de um concurso internacional, sabe que é por mérito próprio. Seu trabalho, sua construção cresce como a videira e mostra seus frutos “.  

Os grifos são nossos. Mas reitero que o texto está impecável. Coincidentemente, no mês de maio de 2018, o primeiro curso de vinhos que realizamos na SBAV-SP completa 20 anos. E nessas duas décadas pudemos presenciar o advento da internet democratizando a informação. Para o leitor ter ideia, há duas décadas se alguém quisesse participar de uma degustação técnica tinha que se associar há uma das duas associações então existentes: SBAV-SP e ABS-SP. Se quisesse informações sobre vinhos existentes no mercado, somente associando-se ou assinando uma das revistas de gastronomia da época: a extinta revista GULA, se destacava por ter um corpo de degustadores de primeira linha, pinçados nas duas associações e/ou integrado por jornalistas especializados no tema. Mas a internet veio para ficar e alterou substancialmente essa situação, a ponto de muitas revistas simplesmente terem desaparecido e as que remanesceram, vivem de jabá e as “sérias” atravessam dificuldades que as farão migrar para a internet para redução dos custos. Os cursos, antes restritos a essas duas associações, ampliarem-se sobremaneira: Senac, WSET, ISG, etc.. A profissão de Sommelier ganhou respaldo legal e está em franca ascensão com várias mulheres ganhando espaço na mídia por conta disso. Enfim, a informação democratizou-se com a internet e muitos blogs de diversos assuntos surgiram, inclusive de gastronomia e vinhos. Para este redator, é motivo de regozijo figurar entre os dez mais acessados, o que fazemos sem apelar para métodos de honestidade duvidosa no sentido de incrementar os acessos que vem das mídias sociais. Aqui o que importa é manter o prezado leitor atualizado dos novos vinhos e das novas tendências. E, também, do comportamento dos vinhos ao longo do tempo. Por isso, soa incompreensível as atitudes de algumas assessorias de imprensa de São Paulo de nos excluir de eventos/degustações, ou condicionar a nossa participação ao evento “A”  ou  “B”  desde que você tenha participado de eventos de outros clientes de seu portfólio. Há aquelas que te excluem simplesmente porque você não reproduziu no seu veículo “press releases”; outras simplesmente porque você não comparece em todos eventos para os quais te convida, numa situação que mais se parece numa relação empregatícia do que com outra coisa. Se você diz: somente participarei  do evento “A” sem comparecer nos demais você simplesmente será excluído de tudo. A iniquidade é tanta que daria para escrever muitas linhas sobre isso… Essas assessorias, atuando de forma personalista e autoritária, acabam por prejudicar seus clientes – produtores e importadores de vinhos, que perdem a possibilidade de divulgação através de um veículo confiável, de grande prestígio e o principal: especializado no assunto e detentor de altíssimas taxas de conversão.

Para encerrar, prezado leitor dê uma espiada na nova template. Após seis anos resolvemos atualizar a aparência do blog criando uma interface mais dinâmica e atualizada. Aqui, aproveitamos a oportunidade para fazer um agradecimento especial à importadora Decanter, nossa parceira, sem o qual muitas mudanças no blog não poderiam ter ocorrido.

Assim, te agradeço, leitor e prometo que dentro de nossas possibilidades continuaremos a atualizá-lo frequentemente com degustações, eventos, novidades e destacamos, mais uma vez, que fizemos uma reformulação no sentido de deixar o blog mais próxima das atuais tendências de layout. Para encerrar, esclareço que a nossa principal diferença é que o Blog do Jeriel não é um meio, mas um fim em si mesmo.

 

“Mais difícil do que atingir a qualidade é mantê-la”.

Saúde!

(Visited 328 times, 343 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *