Nova Confraria reuniu-se na noite de 31.08.2018 para degustar às cegas tintos à base do corte Grenache, Syrah e Mourvédre – GSM. Além deste redator, estiveram presentes os seguintes confrades: Núbia, Sérgio, Elaine, Cláudio e Patrícia. A seguir a lista dos vinhos na ordem decrescente de preferências do grupo: Vacqueyras Les Trois Couronnes 2012 (desclassificado – bouchonée), Pérez Cruz D.O. Valle del Maipo Andes 2016, Chateau Rigaud Faugères 2013 e Côtes-du-Rhône Villages Les Cassagnes de La Nerthe 2014:

Vacqueyras desclassificado = bouchonée. O importador EVINO se prontificou e realizou a troca do vinho. Blogdojeriel.jpeg

 

Vinhos de corte GSM: um chileno e dois franceses. O desempenho do chileno foi surpreendente. Seu preço é bem mais em conta do que os dois franceses. Blogdojeriel.jpg

Em terceiro lugar – Pérez Cruz D.O. Valle del Maipo Andes 2016 – álcool: 14% – região: Alto Maipo – Variedades: Grenache (55%), Syrah (25%) e Mourvèdre (20%) – preço: R$ 54,40 – importador: Wine.com.br – vermelho-rubi intenso. Nariz com groselha, especiarias sobre um fundo mentolado. Boca macia, taninos finos, bom equilíbrio entre fruta e madeira e final limpo, sem adstringência. Flui muito bem no paladar, com o frescor da sua acidez dando-lhe vida e movimento. Madeira integrada e álcool na medida certa. Vinho harmonioso dotado de ótima relação preço-qualidade. Avaliação: 90/100 pts.+

Château Rigaud  AOP Faugère exibiu boa pegada – Blogdojeriel.jpg

Em segundo lugar – Chateau Rigaud Rouge Appellation D’Origine Protégée Faugères 2013 – Variedades: Syrah (55%),  Mourvédre (26%)  e Grenache (19%) – Álcool: 13,5% – Preço: R$ 104,90 – vermelho-rubi intenso, concentrado, profundo sem halo de evolução. Aromas complexos com especiarias, piemtna-do-reino, cravo, ameixa sobre um fundo tostado com boa sustentação. No paladar sua entrada revelou taninos macios, álcool elevado sem desequilibrar o conjunto, boa concentração de sabor com toques de chocolate amargo, corpo médio para bom, madeira entrosada e boa pegada. Termina persistente. Avaliação: 90-91/100 pts.

Este Côtes-du-Rhône La Nerthe exibiu estrutura muito semelhante a um Chateauneuf-du-pape – Blogdojeriel.jpg

Em primeiro lugar – Les Cassagnes de La Nerthe Côtes-du-Rhône Villages 2014 – Álcool: 14% – Variedades: Grenache Noir (55%), Syrah (35%), Cinsault (7%) e Mourvèdre (3%) – Preço: R$ 169,90 – Rico em cor, exibiu aromas expressivos de frutas maduras (vermelhas e negras), notas de ameixas, figos sobre um fundo vegetal típico. Paladar intenso e concentrado, tânico (ótima qualidade), boa acidez, ricamente frutado com final persistente, a lembrar um bom Chateauneuf-du-pape. Avaliação: 91/100 pts.+

 

 

(Visited 55 times, 55 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *