É com grande satisfação que passo a escrever neste saboroso Blog do Jeriel, desejando poder contribuir com um pouco mais de autenticidade, de tempero, ritmo e criatividade ao generoso tema das comidas e bebidas que dão literal substância às nossas vidas – enquanto propiciam um outro tanto de inesgotável prazer…

Começo apresentando um livro de minha autoria – sobre vinhos e comida, naturalmente – livro a ser lançado ainda no verão deste ano, novinho em folha: Dicionário Gastronômico – Vinho e suas receitas”, numa parceria das editoras Gaya/Boccato.

 

Ele poderia ser apenas mais um livro sobre o vasto e complexo universo do vinho. Não que o assunto não mereça ou comporte sempre mais uma edição, outra abordagem, ou uma nova ‘encenação’ – afinal, a vívida bebida que é elaborada de uvas poderia ser comparada a uma obra artística, uma peça teatral que está em cartaz praticamente desde que o mundo é mundo. E o que é mais notável: sempre atraindo novas platéias e batendo recordes de público.

Lembrando uma inspirada composição do Tom Jobim, em que ele canta o verso latino, breve é a vida, longa é a arte”, o vinho, que também é pura expressão cultural, só fez é crescer, evoluir e se perpetuar em nossa civilização. O mesmo se pode aplicar ao outro tópico do paladar, a arte de preparar alimentos, a culinária. Dicionário Gastronômico do Vinho é livro que foi concebido com o propósito de combinar os dois gens de uma das mais magníficas criações humana: a cultura da gastronomia e a do vinho. E tudo isso, num original arranjo que vai visitando e revelando, passo a passo, letra por letra, alguns dos principais tópicos dessa longa e prazerosa jornada – mas sempre procurando fugir ao tom técnico ou ‘cientifico’ de certas publicações sobre vinho, e, principalmente, evitando o “enologuês”, o tratamento elitista ou esnobe que costuma constranger os simples apreciadores de boa vontade…

 

Dicionário Gastronômico – Vinho com suas Receitas, já informa em seu título que foi concebido na forma de um dicionário. Organizado em verbetes, o livro realiza um interessante e sintético roteiro pelos múltiplos caminhos do vinho, traçados de A à Z , analisando de modo coloquial, com informalidade e intimidade, tudo aquilo que seria essencial para os aficionados ou para se tornar um leitor bem informado e atualizado. Mas sem perder o foco do prazer, da poesia, da beleza, contidos no próprio “espírito do vinho”.

E como vinho é a bebida para casar com comida por excelência, foi convidado um mestre na cozinha francesa para se incumbir da outra ‘cara-metade’: o chef de cuisine Christian Formon, que assina um elegante e exclusivo elenco de receitas culinárias,  pratos nos quais o vinho é também o ingrediente fundamental, e outras, ideais para se degustar com eles, os vinhos.

Enfim, trata-se de um livro que não tem a pretensão de concorrer com tantos outros do gênero, assinados pelos grandes titulares da matéria no mundo todo, mas que gostaria de dirimir as dúvidas e mitos mais recorrentes, com uma visão simplificada sobre o inesgotável universo do vinho. Em suas páginas, o emocionante mundo do vinho, além de ser explorado e fotografado em seus melhores ângulos, é abordado, desde seus rituais contemporâneos, passando pela evolução histórica, num verdadeiro ‘culto ao vinho’, cultura que vem motivando e atraindo um público cada dia mais apaixonado.

P. S. –  O lançamento do livro “Dicionário Gastronômico – Vinho e suas Receitas”, acontecerá provavelmente quando o Carnaval findar… ou seja, lá pela segunda metade de fevereiro – o local e a data precisa será informada neste Blog.  Afinal estamos no país dessa festa maravilhosa, que teve origem justamente nas festas do deus do vinho (mas isso eu explico melhor no livro). E no Brasil, graças a Baco, tudo começa só depois do Carnaval… Sintam-se desde já convidados para a noite de autógrafos – e de muitas tacinhas por brindar! (Bebel Salem)

 

(Visited 224 times, 224 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *