Robert Parker

Robert M. Parker Jr. nasceu em Baltimore, Maryland, em 23 de julho de 1947. Com pós-graduação na Universidade de Maryland, especialização em História, ele freqüentou a Universidade de Maryland Law School, graduando-se em  Direito no ano de 1973. Por dez anos e meio, advogou, tornando-se advogado sênior e, posteriormente, Conselheiro-Geral Adjunto para os bancos de crédito agrícola de Baltimore. Em 09 de março de 1984 , renunciou ao cargo de Assistente Jurídico para se dedicar integralmente a escrever sobre vinhos.

Seu interesse por vinhos começou em 1967, quando passou um mês no exterior durante as férias de Natal, para visitar uma namorada (que agora é sua esposa há 37 anos) na Universidade de Estrasburgo, na Alsácia, França.

Em 1975, Parker começou a pensar em escrever sobre vinho e iniciar o seu próprio “guia independente do consumidor”, em grande parte devido à escassez de informações confiáveis sobre vinho. Em 1978, o conceito de publicação de vinho foi reformulado. A primeira edição da The Wine Advocate,  foi enviada para vários grandes varejistas de vinho. O número inicial de assinantes, em agosto de 1978, era inferior a 600. Trinta e cinco anos depois, The Wine Advocate tem mais de 50.000 assinantes, em todos os Estados Unidos, e em mais de 37 países. Hoje, praticamente todos os observadores informados concordam que a The Wine Advocate exerce a influência mais significativa sobre os hábitos e tendências, não só na América mas também na França, Inglaterra, Suíça, Japão, Taiwan, Cingapura, Rússia, México, Brasil e China.

A seguir a indicação dos cinquenta melhores vinhos chilenos segundo a Wine Advocate – Robert Parker Jr.:

2003 – Terrunyo Carmin de Peumo Carménère Peumo Vineyard – 97/100 pts.

2005 – Terrunyo Carmin de Peumo Carménère Peumo Vineyard – 97/100 pts.
2007 – Von Siebenthal Tatay de Cristobal 1492 – 97/100 pts.
2008 – Errazuriz Viñedo Chadwick – 96/100 pts.
2007 – Terrunyo Carmin de Peumo Carménère Peumo Vineyard – 96/100 pts.
2003 – Almaviva – 95/100 pts.
2006 – Concha y Toro Don Melchor – 95/100 pts.
2005 – Errazuriz Viñedo Chadwick – 95/100 pts.
2007 – Montes Folly Syrah – 95/100 pts.
2008 – Carmin de Peumo Carménère Peumo Vineyard – 95/100 pts.
2004 – Terrunyo Carménère Peumo Vineyard – 95/100 pts.
2006 – Vina Seña  – 95/100 pts.
2006 – Von Siebenthal Toknar – 95/100 pts.
2005 – Almaviva – 94/100 pts.
2005 – Altaïr  – 94/100 pts.
2004 – Altaïr  – 94/100 pts.
2009 – Bodegas y Viñedos O Fournier O Fournier – 94/100 pts.
2005 – Concha y Toro Don Melchor – 94/100 pts.
2004 – Concha y Toro Don Melchor – 94/100 pts.+
1997 – Concha y Toro Don Melchor – 94/100 pts.
2007 – Errazuriz Don Maximiano Founder’s Reserve – 94/100 pts.+
2007  -Errazuriz Kai – 94/100 pts.
2006 Errazuriz Don Maximiano Founder’s Reserve – 94/100 pts.
2006 Montes Folly Syrah – 94/100 pts.
2007 Montes Alpha M – 94/100 pts.
2007 Montes Purple Angel – 94/100 pts.
2005 Montes Folly  Syrah – 94/100 pts.
1999 Montes Alpha M – 94/100 pts.
2006 Perez Cruz Quelén Special Selection – 94/100 pts.
2002 Santa Rita Cabernet Sauvignon Casa Real – 94/100 pts.
2006 Terrunyo Carménère Peumo Vineyard Block 27 – 94/100 pts.
2010 Trabun Syrah – 94/100 pts.
2004 Vina Seña – 94/100 pts.
2010 Vina Seña  – 94/100 pts.
2007 Vina Tabali Payen – 94/100 pts.
2007 Von Siebenthal Toknar – 94/100 pts.
2005 Von Siebenthal Toknar – 94/100 pts.
2004 Almaviva – 93/100 pts.
2002 Almaviva – 93/100 pts.
2007 Almaviva – 93/100 pts.+
2003 Altaïr  – 93/100 pts.
2008 Antiyal  – 93/100 pts.
2010 Antiyal – 93/100 pts.
2008 Antiyal Carménère Alto del Maipo Valley –  93/100 pts.
2008 Bodegas y Viñedos O Fournier Alfa Centauri Red Blend – 93/100 pts.
2010 Bodegas y Viñedos O Fournier Alfa Centauri Red Blend – 93/100 pts.
2009 Bravado Old Vines Dry Farmed Carignan – 93/100 pts.
2006 Caliterra Cenit – 93/100 pts.
2006 Casa Marin Pinot Noir Litoral Vineyard – 93/100 pts.
2004 Casa Marin Pinot Noir Litoral Vineyard – 93/100 pts.

Wines of Chile_340x375

(Visited 22.343 times, 22.345 visits today)

2 thoughts on “Os cinquenta melhores vinhos chilenos por Robert Parker”

  1. As uvas são plantadas em Peumo. O lugar é bom para Carmenere porque tem um clima mais constante e a Carmenere precisa de vida longa na vinha.
    Esse vinho tem vegetal, mas é bem pouco. Notas de tabaco, fruta doce, denso. É doce na boca, mas não tanto. Não é enjoativo. Tem bastante grafite tanto no nariz quanto na boca.

  2. My father really know about wine. Impossible don’t fell the carvalho’s flavor and the intense final with a light taninus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *